Dois homens são presos por furto de adubo de empresa em Luz

Dois homens são presos por furto de adubo de empresa em Luz

Já havia sido retirado do local seis caminhões do adubo orgânico, sendo três viagens para a fazenda do dono dos maquinários e três para a fazenda de um fazendeiro que havia contratado para fazer o transporte.

Na tarde desta segunda-feira (11), a Polícia Militar foi informada que estaria ocorrendo um furto de adubo orgânico em uma fazenda locada para o grupo Biosev, na zona rural de Luz. Militares foram para o local e encontraram uma retroescavedeira e um caminhão caçamba retirando parte do adubo orgânico, que estava cercado e ao lado de uma plantação de cana de açúcar pertencente a empresa. 

O maquinista e o caminheiro, disseram serem funcionários de uma empresa da cidade de Luz e estavam cumprindo ordem, fazendo a retirada e transporte daquele adubo.

Realizado contato com a empresa Biosev, o responsável pela área agrícola disse que não havia autorizado ninguém a retirar o adubo do local e o que adubo é produzido pela própria empresa, e é conhecido como torta de filtro. Ele serve para reduzir a quantidade de adubo industrial a ser utilizado na plantação, citando que em uma área onde não usam este adubo orgânico aplicam em média trezentas toneladas de adubo simple; já nos locais onde ele é utilizado gastam apenas cem toneladas de adubo simples.

Já havia sido retirado do local seis caminhões do adubo orgânico, sendo três viagens para a fazenda do dono dos maquinários e três para a fazenda de um fazendeiro que havia contratado para fazer o transporte.

Fotos: Polícia Militar

O proprietário do caminhão e da retroescavadeira compareceu ao quartel e alegou que foi contratado para fazer o transporte do adubo e estaria disposto a devolver o adubo que havia sido transportado para sua fazenda. O fazendeiro também compareceu ao quartel e alegou que entendeu que o adubo estava abandonado e também prontificou em devolver o adubo que foi transportado para a sua fazenda.

O caminhão e a retroescavadeira foram apreendidos e conduzidos para o pátio credenciado. O proprietário do maquinário e o fazendeiro foram presos e conduzidos para a Delegacia de plantão para as demais providências.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄