fbpx

Divinópolis – Lar da Meninas reduz em 50% o número de vagas

Presidente da entidade alegou falta de recursos.
Prefeitura disse é preciso enviar projeto para que recurso seja liberado.

 

O Lar das Meninas, entidade filantrópica que atende crianças em Divinópolis , anunciou a redução do número de vagas da instituição. O local atende hoje 100 crianças e a partir de 5 de junho atenderá 50. A medida atingirá crianças acima de seis anos.

Segundo o presidente da entidade, Maurício Paiva, a redução será feita, pois não há verba para pagar algumas despesas como, por exemplo, a folha de pagamento dos trabalhadores. Por isso, alguns serão dispensados.

[pull_quote_left]Infelizmente tive que deixar meu atual emprego e vou tentar outros recursos, pois não tenho com quem deixá-la[/pull_quote_left]

Mães de crianças que são beneficiadas pelo atendimento na entidade contaram que estão preocupadas e não sabem como farão para trabalhar e cuidar dos filhos. A doméstica Lilian Aparecida Cabral disse que já pediu liberação de onde trabalha por não ter onde deixar a filha. “Infelizmente tive que deixar meu atual emprego e vou tentar outros recursos, pois não tenho com quem deixá-la.” comentou.

[pull_quote_right]Após o projeto enviado o município discute a liberação da verba de acordo com a capacidade de financiamento[/pull_quote_right]

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Paulo dos Prazeres, Divinópolis tem 26 entidades filantrópicas e o município repassa mais de R$ 2 milhões por ano às instituições. Ele ressaltou que as entidades precisam enviar projeto para os conselhos para que o recurso seja liberado. “Após o projeto enviado o município discute a liberação da verba de acordo com a capacidade de financiamento.” explicou.

[pull_quote_left]O cidadão escolhe a instituição que deseja doar parte do seu imposto no ato da sua declaração. Para dar um valor significante é necessário que várias pessoas escolham a mesma instituição[/pull_quote_left]

Outra forma de buscar recursos é junto à iniciativa privada. O presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Eduardo Rivelly, disse que a verba do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) é um recurso para ser utilizado, mas para isso o declarante de Imposto de Renda (IR) precisa declarar a doação. “O cidadão escolhe a instituição que deseja doar parte do seu imposto no ato da sua declaração. Para dar um valor significante é necessário que várias pessoas escolham a mesma instituição.” explicou.

 

Fonte: G1

Foto: Tv Integração

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄