fbpx

Composição da Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar fraudes nos salários dos servidores de Arcos é decidida

Em sessão realizada nesta segunda-feira (4), foram escolhidos os responsáveis pela investigação e seus suplentes.

Aprovado em 28 de junho, um inquérito irá apurar possíveis fraudes no pagamento do salário dos servidores públicos da cidade de Arcos. O requerimento para a abertura foi feito pelos vereadores Carlos Antônio Silva, João Paulo Ferreira e Ademar Aureliano de Medeiros. 

Nesta segunda-feira (4), foi decidida a composição desta Comissão Parlamentar de Inquérito. Os vereadores Joãozinho, Carlinhos e Sorriso serão os responsáveis pela investigação. Os suplentes, por sua vez, serão os vereadores Ney Miranda, Flávio Correia e Leitinho. 

Na última sessão, os parlamentares ressaltaram a importância da investigação a fim de garantir a idoneidade da administração pública e a justa remuneração dos servidores públicos.

“O serviço extraordinário será remunerado com acréscimo de 50% em relação a hora normal de trabalho”. E o artigo 80 diz que: “somente será permitido serviço extraordinário para atender situações excepcionais e temporárias, respeitando o limite máximo de 2h diárias, conforme se dispuser em regulamento”, comentou o vereador João Paulo Ferreira.

Além disso, o Ministério Público apresentou denúncia após indícios de possíveis irregularidades.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄