fbpx
jc1140x200

Cemig inaugura usina fotovoltaica na Santa Casa de Arcos

Investimento aprovado em chamada pública busca incentivar fontes renováveis e reduzir desperdício de energia; iluminação também foi modernizada em projeto.

A Cemig e a Santa Casa de Arcos deram um importante passo para tornar a instituição de saúde mais sustentável. Em 2022, quando a Cemig publicou o edital de chamada pública de projetos de eficiência energética, o hospital ingressou com uma proposta para modernização da iluminação e implantação de uma usina solar fotovoltaica. Com a aprovação do projeto, a Santa Casa captou, aproximadamente, R$ 660 mil para realizar as ações em sua dependência. A inauguração da usina fotovoltaica acontece nesta quarta-feira, 29 de maio, na sede da instituição.Os recursos investidos foram responsáveis pela substituição de 700 lâmpadas ineficientes por novas de tecnologia LED, que agora fazem parte de uma iluminação mais adequada para os profissionais de saúde e os usuários. Já a usina instalada na instituição é composta por 152 módulos fotovoltaicos, com capacidade de geração de energia por cerca de 20 anos.

De acordo com Aline Pimenta, engenheira de eficiência energética da Cemig e coordenadora da CPP, as instituições que se inscrevem no chamamento público já conhecem suas principais necessidades no que tange às melhorias que podem promover a redução do desperdício de energia. É por isso que o chamamento se torna tão importante, porque é uma forma democrática de cada cliente propor projetos.

“No caso da Santa Casa de Arcos, com os valores já apurados de economia de energia, estima-se que, anualmente, eles terão uma redução de R$ 107 mil nos seus custos com a eletricidade. Em termos energéticos, isso é muito importante porque deixamos retiramos um foco de desperdício e incentivamos fontes renováveis de energia. E, financeiramente, o hospital agora pode olhar para outras necessidades internas e investir em melhorias para a população”, afirma a engenheira.

Vale ressaltar que a Chamada Pública ocorre anualmente e é realizada por meio do Programa de Eficiência Energética da Cemig, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A aprovação dos projetos enviados pelos clientes da companhia segue critérios técnicos que são avaliados de acordo com as regras estabelecidas em edital e pela Aneel.

Programa de Eficiência Energética

O PEE da companhia é regulado pela Aneel e tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância do uso seguro e eficiente da energia elétrica, principalmente nos tempos atuais, em que as mudanças climáticas trazem cada vez mais desafios à humanidade. Em mais de 25 anos de existência, o programa já investiu mais de R$ 1 bilhão em todos os 774 municípios da área de concessão da companhia.

Para se ter uma ideia da relevância do PEE, em todo esse tempo ele já foi responsável pela economia de 7.423 giga whats-hora (GWh), energia suficiente para abastecer, durante um ano, cerca de 3,5 milhões de clientes. Outro dado importante é que, nessas duas décadas e meia, a companhia contribuiu para que 520 mil toneladas de CO2 não fossem liberadas na atmosfera. Em uma leitura mais prática, o valor é equivalente ao carbono absorvido por 3,7 milhões de árvores da mata atlântica em 20 anos.

jc1140x200
Abrir o WhatsApp
Como podemos ajudar?
Olá, como podemos ajudar?