fbpx

Cemig alerta clientes sobre golpes usando nome da companhia

De acordo com o aviso, criminosos utilizam informações falsas, com o nome da empresa, para enganar a população e extorquir dinheiro em diversas regiões do estado.

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) emitiu um comunicado, divulgado na última sexta-feira (1º), alertando sobre ocorrências de golpes contra clientes. De acordo com o aviso, criminosos utilizam informações falsas, com o nome da empresa, para enganar a população e extorquir dinheiro em diversas regiões do estado.

Durante as investigações, a Cemig também identificou que os criminosos praticam, principalmente, três tipos de golpes contra os clientes da companhia que não se restringem à internet. O primeiro é por contato telefônico e, na maioria dos casos, aplicado contra estabelecimentos comerciais, como padarias, açougues e comerciantes em geral. Os estelionatários ligam para o cliente Cemig e dizem ser representantes da “4ª Vara Federal” ou da “Justiça Federal”, informando que a ligação é para cobrar um possível débito existente.

Eles afirmam que, se a dívida não for paga em um prazo curto, a Cemig retirará imediatamente o medidor de energia do local. Após o contato, o cliente recebe um boleto bancário com dados falsificados, por e-mail ou WhatsApp, em nome de empresas ou pessoas físicas que não pertencem à “Cemig Distribuição”.

Geralmente, a ligação é feita por meio de um telefone 0800, sendo três os números mais comuns utilizados pelos estelionatários: 0800-878-7751, 0800-591-3065 e 0800-878-9783. O esquema é conhecido como “Golpe de 4ª Vara Federal”.​

Em casos de tentativa de golpe, a Cemig orienta que seja registrado boletim de ocorrência para a segurança do cliente e para que a Polícia Civil, por meio da delegacia Especializada em Investigação de Crime Cibernético, possa conduzir a devida investigação. Para cobrança via telefone, a empresa recomenda que os clientes liguem imediatamente para o “Fale com a Cemig”, por meio do número 116, para verificação da autenticidade do contato. Além disso, a consulta de valores pendentes pode ser realizada por meio do WhatsApp (31-3506-1160), Telegram (@cemigbot), por SMS pelo número 29810 e, também, pelo App Cemig Atende e Agência Virtual.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄