Câmara aprova aplicação aérea de maturadores

Câmara aprova aplicação aérea de maturadores

Entre os dias 18 e 20 aconteceu a votação na Câmara de Lagoa da Prata (Foto: Ricardo Freitas)

Os vereadores aprovaram por seis votos a dois a aplicação aérea de maturadores em lavouras de Lagoa da Prata

Na noite da última segunda-feira (26), durante reunião ordinária da Câmara Municipal de Lagoa da Prata, os vereadores aprovaram por seis votos a dois a aplicação aérea de maturadores em lavouras de Lagoa da Prata. Votaram a favor os vereadores Elias Isaías, Quelli Couto, Olair (Preto), Joanes, Lalinho e Josiane. Votaram contra os vereadores Adriano e Cida. Já o presidente da casa, Edmar Nunes, só votaria em caso de empate.

Em dezembro do ano passado, os vereadores Josiane Almeida, Elias Isaías e Joanes Bosco pediram uma Consulta Pública, para que a população se manifestasse sobre a aplicação aérea dos maturadores. O resultado foi 87% de aprovação.

A reunião, que teve momentos calorosos entre alguns vereadores, contou com a presença da direção da empresa Biosev e funcionários, e populares. Durante a reunião, a superintendente da Biosev – unidade Lagoa da Prata -, Tânia Fernandes, fez uso da tribuna e disse que a empresa pretende aumentar sua produtividade e a competição no mercado. “Tivemos um número muito expressivo de cidadãos que vieram à na câmara durante a Consulta Popular para manifestar sua opinião a respeito de um tema específico. Agradeço aos nossos parceiros, fornecedores, colaboradores, comerciantes e empresários, que deram total apoio para nós e falaram sobre a importância da empresa para o desenvolvimento local e quais os desdobramentos que isso tem para o município. Também tivemos os sindicatos que foram fundamentais e entendem o quão importante é a geração de emprego e renda para o município e durante todo esse período estiveram do nosso lado”.

Agora, o projeto irá para as mãos do Executivo Municipal, que poderá aprovar ou vetar a decisão dos vereadores. Caso seja vetado, os vereadores ainda podem acatar a decisão do Executivo ou vetar.

Em uma entrevista cedida ao Jornal Cidade, a superintendente da Biosev explicou que a empresa tinha uma expectativa de que a lei fosse aprovada para já refletir na safra deste ano, o que não aconteceu. “Tínhamos uma expectativa da lei de aplicação aérea dos maturadores ser aprovada para que pudéssemos plantar uma área maior, mas infelizmente isso não aconteceu. Então, isso só refletirá na próxima safra, em 2019”.

Durante seu uso da tribuna, Tânia agradeceu a toda população e equipe da unidade de Lagoa da Prata. “Quero agradecer aos trabalhadores, pessoas da comunidade de Lagoa da Prata, que acompanham este processo neste período em que tivemos inúmeras discussões. Foram realizados vários eventos, reuniões e entrevistas, onde profissionais das mais diversas áreas emitindo pareceres técnicos e estudos, enfim, uma série de meios foi colocada para levarem a conhecimento dos vereadores e de toda a população de Lagoa da Prata um tema que a princípio é desconhecido e polêmico, e que, portanto, difícil de ser analisado e julgado, mas conseguimos mostrar a relevância que ele tem do ponto de vista socioeconômico e ambiental para o município de Lagoa da Prata ”.

Entenda o caso

Em 2011, os vereadores de Lagoa da Prata aprovaram um projeto de lei que proibiu a pulverização aérea no município. Em março de 2016, o Legislativo chegou a discutir possibilidade de rever a proibição. Câmara, prefeitura e executivos da Biosev, principal empresa interessada na pauta, chegaram a se reunir, mas o assunto não foi adiante. Em 2017, aconteceu a Consulta Pública, e só agora em março de 2018 que o projeto foi votado.

Leia alguns trechos do que disseram os vereadores

Adriano Moreira – “Pelo que já estudei, meu voto é contrário. A prefeitura não tem nem fiscal para fiscalizar cachorro de rua, como que vão fiscalizar o lançamento aéreo? Tem que ser muito “burro” para achar que a empresa vai “madurar” a cana mais rápido para contratar mais funcionário”.

Adriano Moreira

Cida Marcelino – “Sobre o lançamento via aérea não me passa nenhuma confiança e segurança. Eles podem dizer que é maturador, mas quem vai me garantir? O município não tem funcionário para fiscalizar este trabalho e mesmo que a Biosev ofereça esse funcionário eu não confio. Sou contra, e isso é desde o início”.

Cida Marcelino

 

Quelli Couto – “Meu voto é favorável, como um voto de crédito mesmo à empresa, pois acho que é o mínimo que podemos fazer”.

Quelli Couto

Olair (Preto) – “Sou militante da saúde e muita gente me procurou, o maior medo da população é que seja lançado junto com o maturador  um herbicida ou outro veneno. Isso é uma coisa bem mais séria, não estamos falando de remédio de farmácia, a Anvisa fiscaliza isso, não é só algo que fica por conta de prefeitura, não. Hora nenhuma a Tânia me disse que o maturador iria gerar emprego, o que ela disse é que iria assegurar os empregos. Existe uma diferença aí. São 1.600 famílias que dependem desses trabalhos, sendo a maior empregadora do município”.

Olair (Preto)

Joanes Bosco – “É uma falta de respeito muito grande um vereador chamar seus colegas de “burro” e “trouxa”.  Isso é brincar com a responsabilidade tamanha que está acontecendo nessa Casa, isso é uma casa de lei que merece respeito. Sou favorável”.

Joanes Bosco

Josiane Almeida – “Eu não fui a autora do pedido da Consulta Popular, mas assinei juntamente com o professor Elias. Busquei informações e todos os profissionais da área que ouvi me disseram que realmente não faria mal e não teria nenhum problema  para a saúde. Sou favorável”.

Josiane Almeida

Lalinho – “A Biosev tem o meu voto de confiança mesmo sabendo que o prefeito irá vetar. Cada vereador tem a sua consciência, mas eu acho que esse é o melhor para o nosso município.”

Arlen (Lalinho)

Elias Isaías – “Todos os moradores de Lagoa da Prata tiveram a oportunidade de virem aqui e manifestar através do voto na Consulta Popular, pedida por mim e com o apoio dos vereadores Joanes Bosco e Josiane Almeida. Corri atrás e estudei muito para obter informações verdadeiras sobre o assunto para não ficar falando “eu acho”, “eu ouvi dizer”. Diante de tudo isso, sou favorável”

Netwise
Elias Isaías

Biosev realiza blitz em agradecimento ao apoio da população à aplicação aérea de maturadores

Durante a blitz, foi disponibilizado para a população um panfleto informativo sobre a aplicação aérea. A Biosev movimenta mais de 3 milhões de reais em todo o comércio local, sendo uma das maiores geradoras de emprego da região

A Biosev – unidade Lagoa da Prata, em parceria com a rádio Veredas, realizou na última quinta-feira (29), uma blitz em agradecimento ao apoio da população à aplicação aérea de maturadores. Segundo informações fornecidas pela empresa, a aplicação aérea na Biosev será realizada por uma empresa especializada e regulamentada pelo Ministério da Cultura (MAP) e pela Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC). “Para garantir a qualidade e segurança da aplicação serão respeitados todos os procedimentos existentes: receituário agronômico, velocidade do vento menor que 10 Km/h, umidade do ar maior que 55% e temperatura abaixo de 30º C. Para garantir que todos os procedimentos sejam cumpridos, dois técnicos acompanharão a aplicação”.

No panfleto divulgado pela empresa, a Biosev propõe, através de uma emenda à lei existente a aplicação apenas de adubos foliares e reguladores de crescimento, garantindo uma faixa de segurança de  mil metros do perímetro urbano. “Para dar mais segurança para a população, será apresentado o plano de aplicação à câmara de vereadores com 15 dias de antecedência, para que a fiscalização possa ser feita no momento da aplicação. Existe um Decreto Federal que regulamenta o uso da aviação para aplicação de defensivos agrícolas nº 86.765. Em 2008, a Câmara Municipal de Lagoa da Prata criou uma lei proibindo o uso desta tecnologia. Com a proibição, a Biosev – unidade Lagoa da Prata tem sua produtividade reduzida pelo não uso de adubos foliares e reguladores de crescimento. Assim, a safra fica mais curta, reduzindo o tempo de contrato de colaboradores safristas”.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄