Bom Despacho - Projeto conscientiza alunos e gera renda para escolas

Bom Despacho – Projeto conscientiza alunos e gera renda para escolas

Programa de coleta de materiais recicláveis é desenvolvido com crianças. Ideia surgiu depois de epidemia de dengue, diz Secretária de Saúde.

 

Um projeto que deixa a cidade mais limpa, elimina focos de dengue e conscientiza crianças em Bom Despacho. Assim é o Prevenção em Endemias (Preven), programa  realizado em 14 escolas públicas e particulares desde 2008. A ideia é simples: alunos, que têm entre quatro e 11 anos de idade e cursam o ensino fundamental, recolhem materiais recicláveis, um caminhão da Prefeitura busca o que foi coletado, o município vende para empresas de reciclagem e o dinheiro é passado para as instituições. As secretarias de Meio Ambiente e de Educação também fazem parte do Preven, já que educar e beneficiar a natureza  são objetivos do projeto.

Conforme regras do projeto, a verba só pode ser usada em benefício dos estudantes. Assim, as escolas participantes investem mais na merenda, em passeios e eventos festivos, por exemplo. Segundo a Secretaria de Saúde do município, uma das envolvidas na realização do projeto, até o ano passado 32 toneladas de lixo foram recolhidas.

De acordo com a coordenadora da Equipe Educação em Saúde, Maria da Conceição Nunes de Souza, o programa foi elaborado depois que Bom Despacho enfrentou uma das piores epidemias de dengue, em 2007. “Na época, o principal criadouro do mosquito era o lixo. Daí veio a ideia de conscientizar e retirar esses focos das ruas”, explicou.

Conforme explicação da coordenadora, o município registrou o maior Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) do estado em 2013: 12,6%. Porém, os principais locais de reprodução do transmissor eram as caixas d’água abertas. ” Acredito que o projeto tenha a ver com este resultado”, afirmou Maria da Conceição.

[pull_quote_left]Notamos que o espaço físico fica mais limpo e os alunos crescem mais conscientes[/pull_quote_left]

Além do dinheiro da venda dos recicláveis, a coordenadora contou que é realizada uma gincana em que as escolas também ganham prêmios. No entanto, ela ressalta que os benefícios vão além dos ganhos materiais. “Notamos que o espaço físico fica mais limpo e os alunos crescem mais conscientes”, afirmou.

Netwise

[pull_quote_right]Os alunos aprendem desde cedo a preservar e discutem questões ambientais. É uma proposta que tem dado muito certo[/pull_quote_right]

O coordenador de Rede Física, José Batista de Mesquita, da Secretaria de Educação, disse que o potencial pedagógico do projeto é significativo. “Os alunos aprendem desde cedo a preservar e discutem questões ambientais. É uma proposta que tem dado muito certo”, relatou.

Escolas desenvolvem ações integradas ao Preven

A Escola Municipal Praxedes aproveita o projeto para envolver várias disciplinas. “Aproveitamos para colocar os números dos materiais obtidos em gráficos, assim ensinamos matemática. Outros conteúdos, como ciências, também são ensinados”, explicou a diretora Perla Aparecida Lucas e Silva.

Ela comentou que em todas as edições eles formam o “Pelotão de Elite”, que é um grupo de alunos que promove a conscientização entre os colegas. “Eles ficam responsáveis por confeccionar cartazes e outros materiais para falar sobre a importância da reciclagem e de fazermos a nossa parte contra a dengue”, explicou

A Escola Municipal João Dornas promove competições internas e também oferece prêmios para os estudantes. “É como no próprio projeto, procuramos oferecer recompensas que agradem as crianças”, disse a diretora Fabiana Dalila Tavares de Castro.

Para ela, o projeto mobiliza estudantes, funcionários e pais. Fabiana contou que Aline Aparecida Oliveira, mãe de um menino de sete anos e de uma menina de seis, que estavam matriculados na escola, fez uma campanha em toda vizinhança, no ano passado. “Aprendi com minha mãe e repasso para os pequenos, pois muita gente queima os materiais e prejudica o meio ambiente em vez de fazer a destinação correta. Ao participar da coleta todo mundo sai ganhando”, considerou.

 

Caminhão recolhe materiais semanalmente  nas escolas
Caminhão recolhe materiais semanalmente
nas escolas

Fonte: G1

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄