fbpx

Bambuí – Acusado de matar taxista é condenado a 25 anos de prisão

O acusado de matar o taxista bambuiense Luiz Gonzaga Lúcio, de 73 anos, foi condenado a 25 anos de prisão em regime, inicialmente, fechado.

O taxista foi morto em um latrocínio, roubo seguido de morte, em 13 de Fevereiro de 2014, enquanto fazia uma viagem com o acusado, Estalloni Souza do Nascimento, 25 anos, e outros suspeitos, não identificados no processo, pela BR-262 com destino a cidade de Campos Altos.

A sentença foi definida em 17 de Novembro de 2014, pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Comarca de Campos Altos.

 Luiz Gonzaga Lúcio
Luiz Gonzaga Lúcio

Segundo foi apurado, o acusado e seus comparsas tomaram o taxí de propriedade do senhor Luiz Gonzaga Lúcio, na cidade de Bambuí, com destino à cidade de Campos Altos.

Entretanto, nas proximidades do destino indicado, o acusado e os demais coautores não identificados, atacaram a vítima, um senhor de 73 anos de idade, a quem esfaquearam por nada menos do que dezoito vezes, tendo, em seguida, jogado seu corpo às margens da BR-262, na altura do km 591.

O veículo GM Corsa Milenium, placas JGC-5105, foi encontrado dias depois na BR-365, próximo à cidade de São Gonçalo do Abaeté, no Alto São Francisco.

 

Fonte: Tv Bambuí

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄