fbpx

Ansiedade

Foto: Ilustração

A ansiedade é apontada por aqueles que tentam emagrecer como uma grande vilã, que dificulta ou até mesmo impede o alcance dos resultados almejados. Sentir-se ansioso é uma condição humana, entretanto, em níveis exagerados, pode provocar sofrimento intenso e comportamentos indesejados, por exemplo, o comer compulsivo.

O modo 1 de ansiedade enfrentado por quem busca emagrecer refere-se às expectativas quanto ao resultado do processo. Pensamentos como: “Será que vou conseguir?”, ” Tenho apenas 3 meses para caber no vestido!”,  “Se eu não conseguir ficarei muito triste.” ilustram este tipo de ansiedade, associada ao medo de fracassar e às expectativas intensas quanto aos resultados.

O modo 2 relaciona-se às experiências passadas de dietas muito restritivas, com privação exagerada de alimentos. Podem surgir pensamentos como: ” Terei que passar fome outra vez!”, ” Vou aproveitar até domingo, na segunda-feira eu começo com o sofrimento.” A ansiedade surge porque existe a antecipação de uma situação de sofrimento.

O modo 3 relaciona-se  às expectativas de desempenho. ” Não sei se vou conseguir controlar minha boca na festa.” ” Não deveria ter comido aquele doce, e agora? “, ” Será que eu passei da conta? “, são pensamentos que ilustram bem este modo, no qual a ansiedade é marcada pelo excesso de controle quanto ao próprio desempenho e dúvida no que tange ao “ser capaz”.

Uma vez que não é possível evitar a ansiedade, torna-se essencial no processo de emagrecimento o desenvolvimento de estratégias para aprender a lidar com tal sentimento. É muito comum que as pessoas recorram à comida quando estão ansiosas, o que dificulta ainda mais o sucesso do processo. O acompanhamento psicológico,  seja em modo individual ou grupal, apresenta-se como uma excelente ferramenta neste sentido. Com o apoio do profissional da psicologia, torna-se possível identificar a ansiedade, reconhecê-la e desenvolver formas assertivas de lidar com ela.

Luciene Morais Batista – Psicóloga- CRP 04-377/99 – Especialista em Terapia Comportamental e Cognitiva pela PUC Minas.

Contato: (37) 9 9869 – 9964 – Whats App

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄