AMAVI comemora 10 anos de trabalhos prestados à comunidade

AMAVI comemora 10 anos de trabalhos prestados à comunidade

Público lotou o auditório do Centro Cultural Hilde Schmidt
O evento foi marcado por apresentações e homenagens aos parceiros da instituição.

A noite do dia 9 de dezembro foi marcada pela comemoração dos 10 anos da Associação Municipal de Apoio às Vítimas de Violência (AMAVI). A entidade não tem fins lucrativos e, dentre as suas principais atividades, promove a cidadania a crianças e adolescentes que foram vítimas de violência ou que estejam em situação de vulnerabilidade social. O auditório do Centro Cultural Hilde Schmidt, cedido pela Embaré, ficou lotado de pais, amigos e representantes de vários setores da sociedade que prestigiaram o evento.

Foram apresentados números de dança, malabares e diversas homenagens aos colabores do projeto. Em seu discurso, o

Marcelo Corgosinho Soares, presidente da Amavi.
Marcelo Corgosinho Soares, presidente da Amavi.

presidente da Amavi, Marcelo Corgosinho Soares, disse que a entidade nasceu com o propósito de dar apoio às vitimas da violência e cresceu ao longo do tempo. “O Dr. Luiz Carlos (Juiz de Direito que esteve à frente da Comarca de Lagoa da Prata) teve a brilhante ideia de apoiar e proteger as vítimas da violência causada pela nossa sociedade. Hoje a ideia cresceu, não tem mais esse único propósito. Temos quatro projetos, e todos funcionando bem. É uma entidade que tem a presença divina. As pessoas que ali contribuem são responsáveis, comprometidas e fazem tudo com amor. Eu fico extremamente feliz em ver os resultados alcançados. Nós lutamos para concluir os objetivos que estão descritos no projeto. Aos nossos colaboradores e parceiros eu deixo aqui meu agradecimento porque vocês contribuem para uma sociedade melhor e mais digna”, disse Soares.

Adriana do Couto, coordenadora da Amavi.
Adriana do Couto, coordenadora da Amavi.

Para a coordenadora geral da AMAVI, Adriana do Couto, o momento foi especialmente de gratidão pelas pessoas que fazem parte dessa história. “Sabemos que a gratidão é fundamental àqueles que, diariamente, além do empenho para realizar as atividades, doam carinho, respeito e amizade para os mais de 1600 beneficiários atendidos e suas famílias. Tudo que se faz com amor, se faz bem feito. Este é o diferencial da AMAVI. Amar o que faz, amar para quem faz”, afirmou.

Netwise

PROJETOS

Amavi_colaboradores e crianças
Colaboradores e crianças atendidas pela entidade.

Em 2007 a AMAVI iniciou os trabalhos do Projeto Amavi na Escola, em parceria com a Escola Municipal Professor Afonso Goulart (bairro Gomes) e hoje alcança outras três escolas municipais, a Professor João Fernandes (bairro Sol Nascente), Monteiro Lobato (bairro Marília) e Dr. Jacinto Campos (Centro) com atividades de reforço escolar, natação, futsal, vôlei, basquete, handebol, queimada, xadrez, gincana, circuito acadêmico e esportivo, premiação melhor amigo, acompanhamento do serviço social e atendimento psicológico.

Em 2009, surgiu o Projeto Meninos dos Meus Olhos, que foi escrito pela assistente social Caliméria Gonçalves e acolhido pelo Poder Judiciário, com o objetivo de beneficiar adolescentes em situação de vulnerabilidade ou risco social que eram atendidos pelo Amavi na Escola. Hoje, este projeto abrange todos os bairros da cidade, pois também recebe encaminhamentos da rede sócio assistencial do município. Proporciona aos adolescentes atividades esportivas, artísticas, culturais, profissionalizantes, acompanhamento do serviço social e psicológico.

Presidente da Amavi fez uma homenagem aos parceiros da instituição.
Presidente da Amavi fez uma homenagem aos parceiros da instituição.

A Amavi é reconhecida por vários setores privados e públicos. “Nossa instituição constituiu-se como um projeto sério e profissional, objetivando sempre o melhor atendimento e as melhores oportunidades para seus beneficiários e suas famílias. Agradecemos aos parceiros, pois quando olhamos para o nosso lado, vemos que sempre estão presentes, estes que nos dão palavras de coragem, que lutam para contribuir com esta Instituição, para tudo isso só existe uma palavra: gratidão”, destacou a coordenadora.

AMAVI na escola:

Apoio pedagógico, handebol, futsal, natação, futebol de campo, vôlei, aulas de xadrez, acompanhamento do serviço social, acompanhamento psicológico, oficina de informática e gincana interna.

Projeto meninos dos meus olhos

Leitura e interpretação de texto, acompanhamento escolar, educação ambiental, cidadania, saúde, futebol de campo, handebol, natação, vôlei, aulas de violão, desenho, teatro, dança, arte circense, orientação profissional, artesanato, informática, culinária e gincana interna.

Projeto Sabor Virtual

O projeto Sabor Virtual tem como objetivo promover a inclusão de crianças e adolescentes acompanhados pela AMAVI, bem como formar pessoas mais responsáveis, qualificadas e preparadas para o mercado de trabalho.

Projeto Impunidade Não

Desenvolvido pela AMAVI o projeto conta com ações para o cumprimento das penas e medidas alternativas de direito por meio da prestação de serviços à comunidade. Possui um agente fiscalizador que normatiza, encaminha, acompanha e monitora o cumprimento das penas restritivas de direito.

AMAVIDA

O Amavida é uma filial da AMAVI. O serviço atende crianças e adolescentes de 0 a 17 anos 11 meses e 29 dias em período integral. Tem por objetivo garantir a integridade física e psicológica por meio de acolhimento institucional em caráter excepcional e provisório, de crianças e adolescentes, em situação de abandono ou cujo responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir a função de cuidado e proteção.

Seja um parceiro da AMAVI

Faça a sua contribuição através do Fundo para infância e adolescência, conta do SAAE ou carnê simples. Mais detalhes: 3262-3316

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄