fbpx

Acusado de matar a adolescente Maria Eduarda deverá receber sua sentença nesta segunda (13)

O réu é julgado por homicídio triplamente qualificado, estupro e roubo; caso aconteceu em junho do ano passado e família da vítima espera que a Justiça seja feita.

Começou na manhã desta segunda-feira (13), em Formiga, o julgamento do réu Gustavo Miranda de Oliveira, acusado de ter assassinado a adolescente e estuprado Maria Eduarda, de 15 anos. De acordo com a Sentença de Pronúncia, Gustavo será julgado por três crimes: homicídio triplamente qualificado, roubo e estupro. 

O julgamento teve início às 8h30 e deverá terminar no fim da tarde. Em entrevista à TV Integração, o promotor de Justiça da 2° promotoria de Formiga, Ângelo Ansanelli Júnior, comentou um pouco sobre o processo. 

“Primeiro são sorteados os jurados, após o sorteio, iremos ouvir algumas testemunhas e em seguida, passo o interrogatório do acusado e posteriormente iniciam os debates. Uma hora e meia para defesa e o mesmo prazo para acusação. A partir disso, os quesitos serão submetidos aos jurados para que eles a condenação ou absolvição “ disse.

Entenda o caso

Conforme apurado pelo Jornal Cidade à época, e também de acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a adolescente Maria Eduarda, de 15 anos, saiu de sua casa no dia 2 de junho de 2020, por volta das 20h30, para um compromisso.

No caminho, a vítima foi surpreendida por um homem desconhecido que, depois de roubar o seu celular, a constrangeu, mediante ameaça e grave violência, a ter conjunção carnal. A denúncia ainda narra que, nas mesmas circunstâncias, o réu asfixiou a vítima com a intenção de ocultar os crimes praticados. Após os eventos apresentados, o autor vendeu o celular da vítima pela quantia de R$ 50. 

O corpo de Maria Eduarda só foi encontrado no dia 7 de junho, cinco dias após o crime. Já o autor, que é um homem de 26 anos, só foi encontrado um dia depois, na manhã do dia 8 de junho.


Em caso de novas informações, o Jornal Cidade atualizará esta notícia.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄