COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Uma jovem de 25 anos procurou o quartel da Polícia Militar alegando que ontem (23) por volta das 13:30 horas havia sido abordada por dois indivíduos, que estavam em um Pálio de cor prata. A mulher disse que a abordagem aconteceu próximo da sua casa.

Segundo a vítima, os homens, que estavam armados, forçaram ela entrar no carro, logo após tamparam a sua cabeça com uma touca, levando-a para um local onde teriam estuprado-a. Já por volta das 20 horas os autores deixaram a vítima próximo da sua casa.

Continua depois da publicidade.

Um fato que chamou a atenção dos militares é que a mulher alegou posteriormente que não viu quem eram os homens e nem se estavam armados. Havendo uma incoerência nas falas.

Foi feito contato com a Polícia Civil para que fosse realizado exame na vítima, mas os policiais civis disseram que só poderia ser feito hoje.

De acordo com a Polícia Militar, a própria família da vítima acha um pouco estranho a versão contada pela vítima, contudo devido a estas informações, será registrado o boletim de ocorrência de estupro e encaminhado à Polícia Civil para demais providências.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp