COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

O Sicoob Lagoacred realizou na última quinta-feira (10/11) um encontro cooperativista com empreendedores dos bairros Gomes, Mangabeiras e Américo Silva. O evento aconteceu na Arce e contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas.

O objetivo é aproximar os associados da cooperativa, estabelecendo feedbacks e levando mais conhecimento sobre a importância do cooperativismo para o crescimento, tanto na comunidade quanto na própria instituição.

Continua depois da publicidade.

Os associados aprovaram a iniciativa do Sicoob Lagoacred, como afirmou Jair Rezende, proprietário da Papelaria Chrijon. “Já tem muitos anos que sou associado. Sempre percebi o pioneirismo da cooperativa. Sempre uso os recursos que a Lagoacred oferece ao associado. A cooperativa sempre foi parceira do empresário de Lagoa da Prata. É uma instituição sólida e que nos transmite muita confiança”, afirmou.

Jair Rezende e Laura, da Papelaria Chrijon, associados da Lagoacred
Jair Rezende e Laura, da Papelaria Chrijon, associados da Lagoacred

Já o empreendedor Mateus Pessoa disse que outros encontros no bairro deveriam ser realizados pela cooperativa. “Foi muito importante para os comerciantes do bairro. Aproxima os associados da cooperativa. O Nilson mostrou os resultados da cooperativa, com crescimento muito excepcional”, disse Pessoa.

Bruna, Mateus Pessoa e Ana
Bruna, Mateus Pessoa e Ana

ENTREVISTA

O diretor financeiro e comercial e Presidente do Conselho de Adminstração do Sicoob Lagoacred, Nilson Bessas, conversou com o Jornal Cidade.

Quais os objetivos do Encontro Cooperativista?

Nilson Bessas, Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Lagoacred
Nilson Bessas, Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Lagoacred

É nos aproximar do associado. O dia-a-dia é muito corrido e os associados geralmente enviam os seus funcionários para fazerem as transações bancárias. Assim não nos permite fazer o relacionamento com ele, para ouvir suas sugestões e críticas. Por isso tomamos essa iniciativa de ir aos bairros, de encontro ao associado. É uma forma de facilitar a aproximação e mostrar os resultados da cooperativa, mostrando o que pode fazer para o associado.

Como você avalia o resultado dos dois primeiros encontros?

Em Santo Antônio do Monte foi muito produtivo. Teve um volume grande de empresários que viram os diversos benefícios que a cooperativa pode oferecer. Mostramos nossos planos. Tivemos a participação de mais de 60 associados, que saíram com uma nova visão. Nos dias seguintes foi muito bom, pois passaram a apostar mais na Lagoacred e trazer novos associados.

No bairro Marília também foi ótimo. Tivemos a participação de cerca de 80 associados. Muitos nunca participaram das assembleias.  

A Lagoacred tem uma presença importante nos eventos da comunidade…

Essa parte social é uma iniciativa que nos exige muita energia, mas temos empenhado e melhorado a cada ano. Estamos realizando 8ª copa Lagoacred Card. Vamos totalizar 32 toneladas de alimentos doados às entidades de LP. Com o projeto Cidade Limpa, em parceria com a Crediprata, estamos movimentando todas as escolas da cidade, mostrando aos alunos a importância de ser manter a cidade. A cooperativa não é apenas o lado financeiro. Temos uma preocupação grande com o desenvolvimento da comunidade.

Quais os resultados que a Lagoacred vai ter ao final do exercício de 2016?

O nosso lucro será um pouco maior do que o apurado no ano passado. Mas em 2016 nos preocupamos principalmente em dar um suporte ainda maior ao associado. Praticamente não mudamos as taxas de juros, não criamos tarifas, não cobramos mais por nenhum tipo de serviço. Como a taxa Selic aumentou, pagamos muito mais a quem investiu na cooperativa durante esse exercício. E não cobramos mais do empreendedor que pegou crédito.

Nessa crise, entendemos que é o associado quem precisa sair fortalecido. Com a crise, toda a rede bancária fechou as linhas de crédito e aumentou as taxas de juros. Fizemos exatamente o contrário e mesmo assim teremos um resultado melhor do que no passado.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp