COMPARTILHAR
Divulgação / Internet
Continua depois da publicidade .

O Procon de Lagoa da Prata, assim como a maioria das cidades, tem registrado a insatisfação do consumidor quando se trata do setor de telefonia. As reclamações protocoladas nos Procons do país somaram 2,46 milhões no ano passado. Apesar do número ainda representar uma queda de 7,2% em relação a 2015, ainda assim ele é o que mais gera reclamação.

O Jornal Cidade entrou em contato com a coordenadora do Procon de Lagoa da Prata, mas a mesma disse que em virtude da demanda de atendimento do local, não poderia prestar  as informações necessárias para um melhor entendimento do leitor. Foi perguntado para a coordenadora quais eram as principais queixas dos consumidores, quais as operadoras que são alvos de mais reclamações, quantos atendimentos, em média, a unidade faz por mês e quais os outros setores que mais sofrem reclamações. Mas as informações não foram prestadas pelo órgão.

Continua depois da publicidade .

De acordo com o Diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, André Lopes, há uma série de fatores inerentes ao segmento que fazem com que, no mundo todo, a telecomunicação seja um serviço muito reclamado. “Hoje temos a questão das discordâncias com cobranças, seja do valor da fatura, se contratei ou não o serviço, problemas com contratos. Além do déficit de clareza nas ofertas, o consumidor ainda contrata sem a devida compreensão do que está contratando, o que aponta para problemas tanto de oferta quanto de publicidade”, afirmou.

Lopes também destacou que as empresas de telefonia colocam diversos produtos e serviços no mercado, o que aumenta em muito o número de usuários. “Entretanto, os conflitos começam porque essas mesmas empresas não investem em soluções efetivas para tratar as reclamações dos consumidores”.

No site do Procon Minas Gerais os dez setores que apresentar maior índice de reclamações, são: telefonia celular, telefonia fixa, cartão de crédito, TV por assinatura, Banco comercial, aparelho celular, energia elétrica, financeira, móveis e internet (serviços). As principais queixas relacionadas à telefonia são: horóscopo, guia de barzinhos, seguros de vida e seguro residencial Segundo a coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Maria Inês Dolci, as operadoras de celulares são obrigadas a colocar a fatura do cliente no site para que ele possa acompanhar os serviços pagos.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp