COMPARTILHAR
Sine local possui o cadastro de mais de 9 mil pessoas aptas ao trabalho.
Continua depois da publicidade.
Além de modelos de treinamentos das equipes, novo sistema permite maior agilidade e organização do atendimento

Já está em funcionamento, em Minas Gerais, em 12 agências coordenadas pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), um sistema que garante mais agilidade nos serviços prestados pelos postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no estado. O software SGA (Sistema de Gerenciamento do Atendimento), desenvolvido pela Dataprev, organiza a fila dos principais serviços ofertados nas unidades, como habilitação para Seguro Desemprego, Intermediação da Mão de Obra e emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Outra vantagem do SGA é gerar estatísticas e dados em tempo real, com informações sobre o total de pessoas atendidas nas unidades por serviço e tempo médio de atendimento

Livre e gratuito, o software também seleciona as prioridades no atendimento como idosos, gestantes, lactantes, pessoas com criança de colo e atendimento agendado. “Outra vantagem do SGA é gerar estatísticas e dados em tempo real, com informações sobre o total de pessoas atendidas nas unidades por serviço e tempo médio de atendimento”, explica o diretor de Desenvolvimento de Políticas para Inclusão ao Emprego da Sedese, Emanuel Marra.

Continua depois da publicidade.

cap_2182_edt
Os dados ficam disponibilizados em uma sala de situação instalada na subsecretaria de Trabalho de Trabalho e Emprego da Sedese, na Cidade Administrativa.

Plano de expansão

Até o momento, o software foi instalado nas unidades do Sine de Arcos, Mariana, Igarapé, Montes Claros, Uberlândia, Belo Horizonte (UAT Gameleira), Sacramento, Almenara, Ituiutaba, Itabira, Lagoa da Prata e Ribeirão das Neves.  Essas 12 unidades representam 11% do total das 105 unidades existente em Minas Gerais e realizaram um total de 227.579 atendimentos entre janeiro e outubro de 2016. O número representa 27% do total de atendimentos que foram realizados pelas 105 unidades do Sine no mesmo período, totalizando 839.367.

Ainda no ano de 2016, outras seis unidades estão no processo de recebimento do SGA: Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Cataguases, Ouro Branco, Pitangui e São Lourenço. Entre janeiro de outubro, foram realizados 68.680 atendimentos por essas unidades. A estimativa é que, até o final do ano, o sistema alcance uma cobertura de 35%.

“Para o próximo ano, uma nova onda de expansão desse projeto será definida. As unidades que estão sendo priorizadas são aquelas com maior quantitativos de atendimento localizadas em cidades polo ou sede de micro território do estado”, explica Emanuel Marra.

Por: Agência Minas

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp