COMPARTILHAR
Divulgação
Continua depois da publicidade .

Em nota divulgada aos veículos de imprensa, a diretoria executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste (CIS-URG) informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) será inaugurado no dia 30 de maio.

O início dos trabalhos do SAMU já foi abortado pelo menos outras três vezes devido à falta de recursos por parte do governo estadual. “Sem dúvidas aguardamos tanto essa data quanto toda população, que a partir do dia 30 poderá contar com o serviço. Diante da consolidação do SAMU que vem sendo preparado há tanto tempo, não poderíamos deixar de agradecer a todos que se empenharam nesse processo”, disse o presidente do CIS-URG, Ailton Duarte.

LAGOA DA PRATA TERÁ BASE DO SERVIÇO

Continua depois da publicidade .

A área de abrangência do SAMU compreende a 54 municípios, sendo que, as bases decentralizadas, onde ficarão sediadas as ambulâncias, estão localizadas em 24 cidades dentre elas Santo Antônio do Monte e Lagoa da Prata (em um imóvel localizado na rua Bela Vista, no bairro Chico Miranda).

De acordo com secretário executivo do CIS-URG, José Márcio Zanardi, todas as bases já estão devidamente montadas e vistorias pela Secretaria de Estado de Saúde. Com o SAMU, entra também em funcionamento a Central de Regulação das Urgências, sediada em Divinópolis, de onde será feita a Regulação Médica das Urgências.

A Central é um núcleo que garantirá a permanente avaliação e estimativa do grau da urgência de cada caso. Este processo será feito pelos Médicos Reguladores, que atuarão no acolhimento de todos os pedidos de socorro que chegarem através do 192.

HOSPITAL SÃO CARLOS PARTICIPARÁ DA REDE HOSPITALAR

O SAMU contará com uma complexa rede de atendimentos em 18 unidades hospitalares da região, cuja finalidade será otimizar recursos humanos, financeiros e tecnológicos, a fim de viabilizar no menor tempo possível o atendimento aos pacientes.

A escolha da Rede Hospitalar foi feita após uma análise de viabilidade e levou em consideração diversos critérios. As unidades conveniadas recebem incentivo financeiro do Estado, no valor aproximado de R$ 2,3 milhões para as 18 unidades.

Hospitais da Rede SAMU:
•Hospital São João de Deus, em Divinópolis;
•Hospital São Luis, em Formiga;
•Santa Casa de Campo Belo;
•Hospital São Judas Tadeu, em Oliveira;
•Hospital Manoel Gonçalves, em Itaúna;
•Hospital Nossa Senhora da Conceição, em
Pará de Minas;
•Hospital São Carlos, em Lagoa da Prata;
•Hospital Regional São Sebastião, em Santo
Antônio do Amparo;
•Hospital Santa Casa, de Bom Despacho;
•Hospital Senhora Aparecida, em Luz;
•Santa Casa de Misericórdia, de Santo Antônio
do Monte;
•Santa Casa de Misericórdia, de Dores do Indaiá;
•Santa Casa, de Itaguara;
•Hospital Municipal São Francisco, em Iguatama;
•Santa Casa, de Itapecerica;
•Hospital Nossa Senhora do Brasil, em Bambuí;
•Santa Casa de Misericórdia, em Pitangui;
•Hospital São Gabriel, em Passa Tempo.

AMBULÂNCIAS

Serão disponibilizadas para as bases 24 bases, ambulâncias do tipo Unidade de Suporte Básico (USB), que serão tripuladas por um técnico de enfermagem e um condutor socorrista. Além desses veículos há também sete Unidades de Suporte Avançado (USA), tripuladas por um médico, um enfermeiro e um condutor socorrista. Estas unidades serão destinadas a Divinópolis, Luz, Campo Belo, Oliveira, Formiga, Nova Serrana e Itaúna. José Márcio explica que as cidades foram escolhidas com base em estudos de viabilidade, sendo que a logística dessa distribuição de ambulâncias foi feita para que se situem em pontos estratégicos, de forma que o tempo entre a chamada recebida pelo 192 e a chegada da ambulância, demore no máximo 40 minutos em qualquer ponto da região.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp