COMPARTILHAR
Mil pinos de cocaína foram apreendidos durante a operação (Foto: Cabo Rogério Lage/PMMG)
Continua depois da publicidade .

Durante a madrugada de quinta-feira (06/02) policiais militares e civis realizaram uma operação de combate ao tráfico de drogas na região após  a Polícia Civil e a Seção de inteligência da 13ª Cia PM Ind. obterem informações sobre uma quadrilha que estaria transportando drogas e armas da cidade de São Paulo Capital para a cidade de Iguatama.

Parte da equipe da operação deslocou-se até o Distrito de Rodrigues, Zona Rural de Formiga,  onde interceptaram um ônibus da empresa Viação  Campo Belo que faz a linha São Paulo a Bambuí. Durante a abordagem ao suspeito Givaldo Pedro Silva de Barros, os militares identificaram, perante testemunhas, que ele trazia consigo duas pistolas Taurus calibres 765 e 40, ambas com numerações raspadas. Também foram encontradas munições de diversos calibres, 922 pinos de cocaína, aproximadamente 1,3kg de maconha, 168 buchas de maconha. Givaldo foi preso em flagrante delito pela prática delitual de tráfico de entorpecentes e  porte ilegal de arma de fogo.

Continua depois da publicidade .

O autor foi conduzido imediatamente até a delegacia, onde permaneceu sob escolta de uma guarnição Tático Móvel, enquanto a outra guarnição deslocou até a cidade de Arcos, onde ficou aguardando o desencadeamento do desdobramento da operação policial, que se daria em Iguatama.

O desdobramento desta operação contou com efetivo misto de policiais militares e policiais civis. Enquanto a guarnição ostensiva aguardava em Arcos, as equipes mistas efetuavam a abordagem aos outros autores que integravam a quadrilha de Givaldo Pedro. Na cidade de Iguatama, os policiais abordaram o condutor da motocicleta de placa EHM4784, que no ato da abordagem sofreu uma queda do veículo. Durante essa abordagem, os comparsas dele, que ocupavam um veículo pick-up GM Montana, ao identificarem a presença policial imprimiram velocidade ao veículo direcionando-o para uma viatura descaracterizada.

A colisão dolosa provocada pelo condutor do veículo GM Montana, Celso Ferreira da Silva, arrastou a viatura policial por algumas dezenas de metros, causando ferimentos de natureza leve aos policiais e danos de grande monta à referida viatura. Mesmo sofrendo danos consideráveis ao veículo que conduzia, Celso Ferreira da Silva fugiu do local da abordagem, seguindo em direção a cidade de Bambuí, pela BR-354.

Após percorrer aproximadamente oito quilômetros, os autores abandonaram o veículo às margens da rodovia e fugiram a pé. Durante rastreamento, um motorista se dirigiu aos policiais informando que havia fornecido carona a uma mulher que alegava haver sofrido um roubo. Imediatamente os policiais reconheceram a tal mulher como uma dos autores que ocupavam o veículo abandonado.

Com o efetivo disponível, foi feito cerco pela região na tentativa de localizar os demais autores, sendo eles capturados após intenso rastreamento. Foi identificado que tais autores apresentavam pequenas lesões em virtude da colisão automobilística e alguns autores ainda apresentavam escoriações provocadas por arame farpado e vegetação de cerrado. Durante o rastreamento algumas testemunhas que os viram informaram que eles se encontravam com algumas lesões visíveis.

O Delegado informou sobre o estado de fragrância e o nome de outras pessoas da cidade de Iguatama que fariam parte da quadrilha. De posse destas informações foram localizados e presos pela guarnição da cidade de Iguatama os seguintes autores: Welbert Garcia Leão, Gustavo Eustaquio Leme de Almeida e Julio Cesar de Souza Ribeiro. Entre estes, Welbert Garcia Leão assumiu ter efetuado disparo contra as viaturas descaracterizadas e em fuga se desfeito da arma utilizada, que foi jogada no rio e não foi localizada.

O Delegado e o serviço de inteligência da 13ª Cia PM Ind. identificaram que uma menor, residente na cidade de Pains, também faria parte da quadrilha, vez que havia fornecido informações a quadrilha para a execução do roubo da lotérica. Diante disto, uma equipe se dirigiu ao endereço da menor infratora e efetuou sua apreensão. Os autores e os policiais feridos na operação policial foram submetidos a exame de corpo delito.

Diante dos fatos, todos os autores foram presos, a menor foi apreendida, sendo todos eles conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil da cidade de Formiga, juntamente com as armas, drogas e demais materiais/objetos apreendidos, onde a autoridade policial competente ratificou a prisão de todos. Os veículos envolvidos nos delitos, também foram apreendidos e removidos para o pátio do socorro credenciado.

Fonte: 2º Sargento PM Walison Caputo Ribeiro/ Assessor de Comunicação Organizacional da 13ª Cia PM Ind de Formiga.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp