COMPARTILHAR
Foto: Arquivo
Continua depois da publicidade.

Especialista ambiental defende aplicação de maturadores por meio áereo nas lavouras de Lagoa da Prata

Muito se fala em Lagoa da Prata sobre os riscos para a saúde e o meio ambiente que o uso de herbicidas e maturadores nas lavouras podem causar ao meio ambiente e à saúde das pessoas. Em 2011, os vereadores de Lagoa da Prata aprovaram um projeto de lei que proibiu a pulverização aérea no município. Em março de 2016, o Legislativo chegou a discutir possibilidade de rever a proibição. Câmara, prefeitura e executivos da Biosev, principal empresa interessada na pauta, chegaram a se reunir, mas o assunto não foi adiante.

O tema poderá estar na pauta da Câmara de Lagoa da Prata no próximo ano e os vereadores já têm em mãos um estudo elaborado pelo mestre em Ciências Ambientais, Carlos Frederico Muchon. O relatório foi pedido pelo presidente Edmar Nunes para que os colegas possam discutir a pauta de forma técnica caso seja apresentado um novo projeto de lei em 2018. O Jornal Cidade conversou com o especialista Carlos Frederico Muchon, que afirmou ser favorável à pulverização aérea das lavouras, desde que seja usado apenas maturadores:

Mestre em Ciências Ambientais, Carlos Frederico Muchon
Continua depois da publicidade.

QUAIS OS BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS DO USO DO MATURADOR PARA O MEIO AMBIENTE E PARA QUEM NELE VIVE?

O uso dos Maturadores, ou reguladores de crescimento, não apresentam risco ao meio ambiente ou à sociedade, pois são produtos específicos que atuam sobre a cana, concentrando o açúcar da mesma e diminuindo a quantidade de água presente, sendo os mesmos de ação exclusiva sobre vegetais, atrasando ou acelerando o amadurecimento destes.

O QUE É O MATURADOR? ELE É UM HERBICIDA?

Os Maturadores ou reguladores de crescimento não são Herbicidas. Eles são um hormônio vegetal, ou químico, que têm por objetivo diminuir ou aumentar e acelerar o amadurecimento da planta (acúmulo de sacarose). Ainda existem maturadores que possuem ação exclusiva na cana, não interferindo no desenvolvimento de qualquer outra planta. Em diversos alimentos que consumimos são utilizados maturadores, aplicados na planta ou frutos. Um exemplo disso são os maturadores aplicados em bananas, que são colhidas ainda verdes e se aplicam matudores para que a mesma amadureça. Já os herbicidas têm por finalidade “eliminar” a planta.

A BIOSEV FAZIA O USO DA PULVERIZAÇÃO AÉREA ATÉ 2011, QUANDO, OS VEREADORES DA ÉPOCA PROIBIRAM A PRÁTICA. QUAL SUA OPINIÃO SOBRE ESTA DECISÃO DOS VEREADORES?

Sem dúvida alguma, faltam informações sobre a pulverização aérea. Para alguns produtos ela pode ocorrer sem danos ao meio ambiente ou à sociedade. Porém, alguns produtos devem ser evitados para a pulverização aérea, pois podem ocorrer erros humanos e trazer prejuízos ao meio ambiente e às pessoas, neste caso, apenas deve ocorrer à pulverização mecanizada com o uso de tratores.

MORADORES DE LAGOA DA PRATA TÊM COMO HÁBITO CULTURAL DIZER QUE O USO DE MATURADORES E HERBICIDAS CAUSA CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS. A POPULAÇÃO ESTÁ EQUIVOCADA AO PENSAR ASSIM? POR QUÊ?

A população pensa desta forma exatamente em função dos “hábitos culturais”. Todo e qualquer produto, sejam eles maturadores, herbicidas, remédios e medicamentos de forma geral, se utilizados de forma errada podem trazer inúmeros danos à saúde, inclusive câncer. Vejamos o caso do Césio 147 em Goiânia, que nada mais era que os restos de um aparelho de Raio X, mas pessoas foram expostas a ele de forma errada, provocando danos irreversíveis e até a mor morte de algumas crianças. A exposição ao Raio X sem proteção causará câncer, mas tenho certeza que a grande maioria da população já passou pelo Raio X e ainda está viva e não contraiu câncer em função disso. Fato é que nenhum medicamento ou produto químico deve ser utilizado sem o acompanhamento de um profissional habilitado e dentro dos parâmetros descritos em suas bulas ou receituários. Hoje, a aplicação de maturadores é regulamentada por leis federais e os produtos são homologados pelo Ministério da Agricultura. Desta forma, a aplicação aérea atual implica em alto nível de controle e qualidade.

VOCÊ FEZ UM ESTUDO E LEVOU PARA A CÂMARA SOBRE O USO DE MATURADORES. JÁ TEVE ALGUMA RESPOSTA? O QUE CONTINHA NESTE ESTUDO QUE FOI ENTREGUE À CÂMARA?

Esse relatório sobre a possibilidade ou não da aplicação aérea de agroquímicos me foi solicitado pelo Presidente da Câmara. Neste relatório, recomendamos a aplicação apenas de maturadores/reguladores de crescimento e adubação foliar por meio aéreo, restringindo a mesma para outros produtos, pelo fato dos maturadores/ reguladores de crescimento e adubação foliar não trazerem risco ao ser humano e ao meio ambiente. Essa restrição a outros produtos, como é o caso dos herbicidas, se dá em função de que é possível a aplicação destes por meio motorizado terrestre, o que não acontece na aplicação dos maturadores/reguladores de crescimento e adubação foliar quando a cana já está grande.

O MATURADOR PODE SER UTILIZADO NA PULVERIZAÇÃO AÉREA?

Sem dúvida, o maturador/regulador de crescimento pode ser utilizado por meio de pulverização aérea, em função de suas características e composição, por se tratar de hormônio vegetal.

A BIOSEV É MUITO IMPORTANTE PARA A GERAÇÃO DE EMPREGOS E RENDA PARA AS PESSOAS E IMPOSTOS PARA O MUNICÍPIO. E O SETOR SUCROALCOOLEIRO PASSA POR DIFICULDADES NO PAÍS. A APLICAÇÃO DE MATURADORES VIA ÁEREA REALMENTE É IMPORTANTE PARA MELHORAR A PRODUTIVIDADE DA EMPRESA?

Sem dúvida. A recessão que o país está passando gera impactos para todo o setor produtivo, e para a Biosev não é diferente. O uso do maturador/regulador de crescimento diminui a concentração de água na planta e concentra o açúcar no início da colheita (meses de março a maio), o que somente acontece de forma natural na época seca (meses de julho a setembro). É interessante esse processo, pois a cana que chega ao parque industrial para o processamento chega com menor concentração de água, o que inclusive é benéfico para o meio ambiente, pois a planta diminui sua necessidade de água e por consequência, absorção da mesma no solo. Sendo assim, esta aplicação de maturadores somente no início da safra aumenta a quantidade de açúcar produzido, gerando renda para a empresa e consequentemente emprego e renda para as pessoas.

OBRIGADO PELA ENTREVISTA, O ESPAÇO ESTÁ ABERTO PARA AS SUAS CONSIDERAÇÕES FINAIS.

Para o conhecimento da população, a conclusão de nosso relatório enviado à Câmara Municipal de Lagoa da Prata é: Diante dos fatos expostos, concluímos que a aplicação de Maturadores/Reguladores de Crescimento e Adubação Foliar, podem ser aplicadas por meio aéreo, ficando os demais produtos, proibidos de serem aplicados por meio aéreo, sendo permitido apenas por meio terrestre (tratores).

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp