COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

O projeto é uma parceria do Rotary Club Princesa do Oeste, Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sicoob Crediprata

O Rotary Club Princesa do Oeste, Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sicoob Crediprata realizaram no domingo (28), o plantio de cerca de 300 mudas de árvores na Estação de Tratamento de Água e Esgoto de Lagoa da Prata. O projeto iniciou-se quando um ex-diretor da comissão de meio ambiente (Sérgio Couto), trouxe a ideia de Belo Horizonte para demonstrar a responsabilidade ambiental. Segundo a coordenação do Rotary, o projeto visa presentear cada criança que nascer em Lagoa da Prata com o plantio de uma árvore e um certificado de participação no projeto.

Essa é a segunda edição do projeto que, desta vez, foi destinado para as crianças nascidas em 2017. No local, estiveram presentes cerca de 35 crianças, que receberam seus certificados de participação.

Doutorzinhos da Alegria
Continua depois da publicidade.

Este ano, o projeto ocorreu contou com a presença dos Doutorzinhos da Alegria, que levaram animação para o evento. Esteve presente também o Governador do Rotary do Distrito 4560 o Sr. Emílio Carlos Barbosa e o Presidente do Sicoob Crediprata Antonio Claret. “Associar o nascimento de uma criança ao plantio de uma árvore é o nosso compromisso com a responsabilidade ambiental, pois estamos pensando nas novas gerações e na preservação do Meio Ambiente”. Rotary Club da Lagoa da Prata Princesa do Oeste.

O secretário de meio ambiente, Lessandro Gabriel, falou sobre as espécies que foram plantadas. “Plantamos espécies como o Jatobá, Jequitibá, Amora…são mudas nativas e frutíferas. Aqui é uma área de córrego, onde a ETE retirou todo os esgoto dele. Então, hoje a Lagoa Verde é despoluída pelo tratamento de esgoto. Escolhemos essa região como prioridade por estar degrada. Aqui, antigamente, era cana e essa faixa de mata ciliar que deveria existir não existia. Inclusive, a própria secretaria de meio ambiente está trabalhando a questão da arborização urbana, onde faremos o plantio de 500 mudas de grande porte na cidade e também mudas para produtores rurais”.

Lessandro Gabriel, secretário municipal de meio ambiente

Ele ainda falou sobre a importância da comunidade abraçar a causa. “Vejo como uma luz no fim do túnel. Se a sociedade não abraçar a causa e as crianças não aprenderem desde cedo a questão da educação ambiental vamos ter problemas no futuro”.

Célia, Michael e as filhas Valentina e Isis

“Essa experiência pra mim está sendo excelente e acho que tinha que ter mais vez, se possível, a cada mês para incentivarmos as crianças a plantar e não destruir. Sem falar que, esse é um meio de educarmos as crianças, pois hoje temos muitas coisas ruins como exemplo. Um simples ato desse aqui pode mudar a vida delas. Plantar uma árvore é um ato de amor, então, nada melhor que ela plantar uma semente e amanhã voltar aqui e ver o amor dela crescendo”- Célia Cristina Gonçalves Santos, mãe de Valentina Gonçalves Santos (4) e Isis Gonçalves Santos (2).

“Isso é muito importante e ela vai levar para o resto da vida. -A gente tem que ensinar desde pequeno mesmo” – Michel Dione Santos – pai de Valentina Gonçalves Santos (4) e Isis Gonçalves Santos (2)

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp