COMPARTILHAR
Fotos: Ascom Semed de Santo Antônio do Monte
Continua depois da publicidade.

O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Faculdade São Braz

A Secretaria Municipal de Educação e a Faculdade São Braz promoveram uma palestra sobre dificuldade de aprendizagem para professores da rede municipal de ensino. A palestra, que teve como tema  “Deficiência Intelectual, Dificuldades de Aprendizagem e Distúrbios de Aprendizagem: como saber?”, foi ministrada por Wânia Aparecida Boer, Mestre em Educação Especial (UFSCar) e Psicopedagoga (UNIARA), na noite do dia 23 de maio, no auditório do CETUC.

A iniciativa faz parte do programa “Educação Continuada”, que busca oferecer capacitações aos profissionais da rede municipal de ensino sobre educação inclusiva e como lidar com as diferenças de aprendizagem na sala de aula.

Continua depois da publicidade.

As considerações iniciais foram realizadas pela Secretária de Educação Márcia Bernardes. De acordo com ela, a busca pelo aprimoramento deve ser constante na vida dos educadores para lidarem com os novos desafios que surgem em sala de aula. “O conhecimento aliado à sabedoria nos torna mais fortes e mais felizes. Apesar de nossa ferramenta de trabalho ser essencialmente o conhecimento, na vida atribulada que levamos muitas vezes nós não temos tempo suficiente para estudar. E nós, professores que somos, deveríamos ser os primeiros a gostar muito de estudar. Esse ano, levantamos essa bandeira na Secretaria de Educação, de que nós precisamos estudar, porque nosso aluno tem sede de saber e porque a sociedade muda a cada minuto, a cada dia. Se nós não estudarmos estaremos fora do mercado. As diferenças batem à porta das nossas salas de aula e muitas vezes nós não as conhecemos, nós não sabemos como lidar com nosso aluno. E ele é nosso. Não importa de onde ele veio, com qual problema ele chegou, ele está nas nossas mãos. E somos nós que vamos cuidar dele. E somos nós que vamos contribuir ou não para que ele tenha um futuro mais digno. Nós professores marcamos a vida dos nossos alunos”, declarou.

A Secretária também falou da importância da parceria com a Faculdade São Braz, representada no evento pelo Gerente Comercial Walace Lucas e pelo Diretor Comercial Vagner Cauneto. “Tomei conhecimento do trabalho deles através de um evento da UNDIME e em contato por meio do Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação, se prontificaram a vir até nós. Essa é mais uma contribuição para que vocês possam lidar com as diferenças na sala de aula. O professor não exerce a relação com o conhecimento apenas na sala, a nossa vida exige conhecimento permanente e quem está nessa profissão tem de estar constantemente atualizado”.

Sobre a palestra ministrada por Wania, Márcia comenta a qualidade da abordagem. “Nós ficamos encantados. Ela nos mostrou que com planejamento, metodologia, organização e suavidade é possível inspirar. Estamos todos inspirados a buscar instrumentos que facilitem a aprendizagem. Não existe mágica para o aluno aprender, nem para o professor. A gente só aprende se estudar”.

A palestrante, que lida com educação especial há 38 anos, abordou os principais distúrbios de aprendizagem, apresentou trechos de filmes e sugestões pedagógicas. “Cabe a nós contribuir para que o sujeito seja mais autônomo, mais capaz, mais responsável por si. Porque no fundo ele também será um adulto que precisará planejar a sua vida e ser um ser humano capaz da transformação”, disse.

Ao final do evento, foram sorteadas 13 bolsas de pós-graduação da Faculdade São Braz e disponibilizada participação gratuita para todos os educadores da rede municipal na III Semana da Inclusão, com duração de 40 horas. Todos os participantes serão certificados pela participação na palestra.

Por: Ascom Semed de Santo Antônio do Monte 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp