COMPARTILHAR
Maiony Castro, gerente geral da Autoescola Central
Continua depois da publicidade .

Quem pretende tirar Carteira Nacional de Habilitação (CNH) precisa ficar atento às novas regras do Governo e mudanças no processo para 2017. Um grupo de trabalho envolvendo 19 órgãos de trânsito e da sociedade

civil estuda 15 propostas que prometem representar a maior reestruturação no processo de habilitação no país. Em fase final de debate, a resolução deve ser concluída até o dia 31 de março e enviada em seguida para análise do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Caso ela seja aprovada, as mudanças começam a valer em 180 dias. O objetivo é melhorar os índices de aprovação dos condutores e a melhor formação no trânsito.

Continua depois da publicidade .

Mesmo com o aumento, segundo o diretor da Autoescola Central, Gabriel Miranda e o gerente geral, Maiony Castro, a ideia é que a qualidade da formação do condutor esteja aliada com o salvamento de vidas no trânsito. “O motorista tem que entender que ele não pode ultrapassar os limites de velocidade e deixar de parar em uma parada obrigatória não porque ele pode ser punido com uma multa, e sim por colocar a sua própria vida e de outras pessoas em risco”, destacou.

O que mudará em 2017 para o consumidor?

Gabriel Miranda: Entre as principais alterações em debate na Câmara Temática de

Educação para o Trânsito, Habilitação e Formação do Condutor, do próprio Contran, está a reestruturação das formações teórica e prática dos motoristas. Pode haver aumento das atuais 25 horas-aula hoje exigidas nas ruas (cinco delas são com o simulador de direção) para 40 horas no mínimo e mudanças  no modo como a teoria é ministrada aos futuros condutores. A parte teórica irá passar para 60 horas, com inovações no processo e alterações podendo ser feita até a distância se for aprovado. Todo o processo de habilitação será reestruturado!

No entanto, há algumas alterações práticas já definidas, como na adição de categorias na CNH. Atualmente, o motorista que tem a carteira B (automóveis) e quer tirar a carteira D (veículo motorizado usado no transporte de passageiros, com lotação superior a oito lugares além do motorista, como ônibus e vans) ganha automaticamente a categoria C (veículo motorizado usado para transporte de carga, com peso bruto superior a 3.500 kg). A proposta é obrigar o candidato a fazer também exames específicos para a categoria C. Quem tem a C e quer tirar a E (carretas) ganha a categoria D. Com a mudança, esses motoristas terão que fazer os exames específicos para a categoria D.

Essas mudanças se estendem aos instrutores, autoescolas e examinadores?

Sim. Também estão sendo debatidas formas de melhorar a qualificação de todos em um modo geral. O treinamento de motociclistas fora de circuitos fechados deve tornar-se obrigatório. Do jeito que tira habilitação de moto hoje é irreal em relação ao trânsito que vivemos. E o sistema de adição de categorias deve passar por mudanças. Não conseguirá pular de B para D. Está  em estudo também a implementação de SIMULADORES, para MOTO, ÔNIBUS E CAMINHÃO. O SEST / SENAT, já está usando estes simuladores para treinar motoristas. Infelizmente, a forma de avaliar hoje e treinar é a mesma de 50 anos atrás quando nossos pais tiraram habilitação. E o trânsito e o ser humano, mudaram muito neste tempo.

Quanto custará tirar carteira de habilitação em 2017?

As alterações devem implicar aumento no custo de todo o processo de habilitação, um aumento em torno de 60% do processo de habilitação. Se aprovado, o exame toxicológico, hoje obrigatório para as categorias C, D, E, deve valer também para quem vai tirar, adicionar ou renovar nas categorias A e B. o impacto será grande e o prazo para tirar habilitação, deve aumentar. As autoescolas são prestadoras de serviços e não entidade filantrópica, temos muitas despesas em geral e que será repassado gradualmente com as mudanças para os clientes. Portanto, como mencionado, não temos ajuda dos órgãos de trânsito e muito menos reconhecimento necessário, destaca o gerente da Autoescola Central, Maiony Castro.

Mesmo tendo o aumento para o consumidor, quais os principais benefícios que a lei pode trazer?

Hoje, o Brasil enfrenta números absurdos em acidentes de trânsito, e a maior parte deles é por falha humana. Com a nova lei, serão cumpridas regras que poderão influenciar no resultado final das estatística. Atualmente, 50 mil é o número de mortos no trânsito por ano no Brasil. 90% dos acidentes são por falha humana, segundo a ONG Observatório Nacional de Segurança no Trânsito. Preservar vidas, é o principal objetivo dessas mudanças!

Qual o principal diferencial da Autoescola Central para manter seus clientes satisfeitos mesmo quando aumentos como este são exigidos pelo Governo ?

A Autoescola Central, desde 2011, vem como uma nova gestão, procurando trazer para os nossos alunos / clientes, preços acessíveis, qualidade no ensino, alto índice de aprovação e eficiência na prestação dos serviços. Somos parceiros de grandes e pequenas empresas da nossa cidade. A partir do mês de Março, com a parceria do Sicoob Lagoacred Gerais, estamos oferecendo uma OPORTUNIDADE ÚNICA, para quem esteja necessitando de sua carteira de habilitação para conseguir um trabalho. Estamos parcelando a habilitação, com todas as taxas em até 36x, junto ao Sicoob Lagoacred Gerais, para as cidades de Lagoa da Prata e Japaraíba. Sempre temos como foco, nosso cliente, temos uma equipe de vendas treinadas atendendo os nossos clientes no conforto de sua residência. Somos considerados pela ACE/CDL e Alexandro Silva Publicidade, como a MELHOR AUTOESCOLA DA CIDADE. A Autoescola Central, foi a ÚNICA autoescola a se preocupar com responsabilidade social e inserção de pessoas no mercado de trabalho. Já sorteamos 2 motos, uma FAN e uma POP. 8 habilitações totalmente gratuitas para os nossos clientes, além de descontos e benefícios que chegam até 50% do valor da habilitação. Hoje, a Autoescola Central, está orgulhosa com a equipe formada por 25 profissionais capacitados a desempenhar o melhor trabalho para os nossos clientes. De acordo com o site do DETRAN, 70% dos interessados em processo de habilitação, passam pela autoescola central de Lagoa da Prata e Japaraíba. Conforme concluiu, Maiony Castro, gerente geral, em breve a Autoescola Central buscará uma certificação única no Brasil em se tratando de autoescolas, com um modelo único e padronizado de trabalho, sendo referência para as demais autoescolas do país. O compromisso dos diretores da autoescola central, vai além da percepção ode nossos clientes. Aguardem mais novidades em breve, concluiu Maiony.

Principais mudanças para tirar carteira em 2017

  • Curso de Legislação a distância e aumento da carga horária;
  • Aulas de moto na moto pista e na rua com aumento de carga horária;
  • Mudança na forma de avaliação no dia do exame;
  • Simuladores para as categorias de moto; ônibus e caminhão;
  • Exame toxicológico para carro e moto e renovação de habilitação.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp