COMPARTILHAR
Motim Presídio Lagoa da Prata - Crédito: Leitores por Whatsapp
Motim Presídio Lagoa da Prata - Crédito: Leitores por Whatsapp
Continua depois da publicidade.

Detentos que participaram de quebradeira serão transferidos. Polícia informou que decisão foi tomada por segurança.

Com informações do G1 Centro-Oeste de Minas

A suspensão de visitas aos detentos do presídio de Lagoa da Prata provocou um motim na madrugada deste sábado (7). Segundo informações da Polícia Militar (PM), cerca de 60 detentos se revoltaram e deram início a uma quebradeira dentro das celas. O G1 fez contato com a direção do presídio, mas ninguém aceitou falar sobre o assunto. A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou que detentos serão transferidos.

Continua depois da publicidade.

Mais de 60 militares e 50 agentes penitenciários trabalharam para controlar a situação, que só foi normalizada por volta das 3h, após ação de agentes penitenciários do Grupo de Intervenção Rápida da unidade prisional de Formiga. Dois presos ficaram levemente feridos e foram atendidos no local. Não houve necessidade de serem levados a um hospital, como informou a Suapi.

O presídio de Lagoa da Prata abriga cerca de 140 detentos. Ainda segundo a PM, no pátio em que eles recebem as visitas há alguns buracos. Até que fossem tapados, as visitas estariam suspensas, por questão de segurança.

Os presos que participaram do motim serão transferidos. Contudo, por razão de segurança, a unidade prisional para onde serão levados e o número de detentos transferidos não serão divulgados. A direção do Presídio de Lagoa da Prata instaurou um procedimento interno de investigação para apurar o caso, como consta na nota enviada pela Suapi.

Atualização: Mais de 100 presos são transferidos depois de rebelião em Lagoa da Prata

Cerca de 140 presos fizeram uma rebelião, que começou na tarde de sexta-feira (06) e se estendeu por toda a madrugada deste sábado (07), no presídio de Lagoa da Prata, Região Centro-Oeste de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, os detentos foram transferidos para as penitenciárias de Unaí, Formiga, Pará de Minas e Patrocínio.

Ainda segundo informações da PM, os presos danificaram boa parte do presídio de Lagoa da Prata, mas de acordo com um agente penitenciário, que não quis se identificar, o local do regime semiaberto não teve nenhum estrago.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp