COMPARTILHAR
Prefeito Dinho do Bráz
Continua depois da publicidade.

O prefeito de Santo Antônio do Monte anunciou esta semana que o município não terá carnaval de rua. A medida foi necessária, de acordo com o prefeito Edmilson Aparecido da Costa (Dinho do Bráz), para que o dinheiro fosse revertido para a compra de equipamentos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e implantação do SAMU, que devem ser inaugurados no primeiro semestre do ano.

A escassez de recursos nos cofres da prefeitura também seria uma das causas para a não realização do carnaval de rua por parte da prefeitura. Segundo o prefeito Edmilson Aparecido Costa (Dinho do Bráz), seriam gastos entre R$250 mil e 300 mil para a realização do carnaval.

Continua depois da publicidade.

Além de Santo Antônio do Monte, Bom Despacho e Formiga também desistiram de organizar o carnaval, justificando que o valor investido deveria ser aplicado em áreas como a saúde. Ao site da prefeitura, o prefeito de Santo Antônio do Monte falou sobre a situação do município. “A gente vem trabalhando muito nesses 7 meses de administração e desde que assumi,em maio, era um compromisso fazer um investimento alto em saúde. Toda a população de Santo Antônio do Monte sabe da minha luta pela abertura da UPA.  Conseguimos 600 mil reais em equipamentos junto ao Governo Federal, mas por causa da crise financeira, a alta do dólar, para colocar a UPA para funcionar teremos um gasto 1,2 milhões de reais.  É dessa forma, que eu como prefeito quero continuar com a minha responsabilidade. Não posso deixar de priorizar a saúde de Santo Antônio do Monte para realizar o carnaval. Com as condições financeiras normais o carnaval também será prioridade em nossa administração. A prefeitura vem de uma dificuldade financeira muito grande, fora o recurso da União iremos investir 600 mil reais para colocar a  UPA funcionando. E a medida que a gente vai caminhando com um projeto, outros vão aparecendo”, afirmou..

Dinho também falou sobre o SAMU. “Recebemos, recentemente, a notícia da Secretaria de Estado que seremos contemplados, a partir de Março, com o SAMU e também me foi passado que o município terá que arcar, com pelo menos,  100 mil para que esse serviço seja instalado. Hoje é importante ter o SAMU porque vai desafogar parte da UPA.Não posso fazer um investimento de 300 mil reais para fazer um bom carnaval, sendo que eu posso investir esse dinheiro na saúde.

O prefeito também enfatizou que frequentemente tem buscado recursos para o município. “Apesar de ser de um partido de oposição, não tenho dificuldade de buscar recursos financeiro nos governos Estadual  e  Federal. Essa semana recebemos um  investimento de 400 mil reais em equipamentos para todos os PSFs. Inclusive, iremos comprar uma caminhonete, que é um recurso federal,  para os médicos que atendem na zona rural fazerem as visitas. As coisas vão caminhando muito bem, e com muitos recursos vindo do governo Federal e do governo Estadual por meio de uma parceria com a administração. Estive em Belo Horizonte, no gabinete do deputado Tiago Ulisses, pedi que ele olhasse pela Fundação de Saúde Dr. José  Maria dos Mares Guia, que faz um serviço de muita importância. Nessa visita conseguimos um recurso de 300 mil reais para a fundação. É motivo de muita felicidade, em meio a crise financeira, com muita dificuldade temos conseguido recursos e Deus tem abençoado nossa administração”.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp