COMPARTILHAR
Foto: Ascom da Prefeitura de Lagoa da Prata
Continua depois da publicidade.

Além da doação das mudas, 15 mil peixes foram soltos no rio São Francisco

A Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realizou na manhã de hoje (22) a doação de várias mudas frutíferas e urbanas para a população de Lagoa da Prata.

As doações aconteceram na Praça da Matriz e, segundo o secretário de meio ambiente, Lessandro Gabriel, as espécies são mexerica, acerola, romã, jambo do Pará, jambo e graviola. Para arborização urbana temos aroeira salsa, quaresmeira, Ypê mirim, Ypê,  Ypê do serrado, Flambyant.

Lessandro Gabriel, secretário de meio ambiente de Lagoa da Prata
Continua depois da publicidade.

De acordo com o prefeito municipal, Paulo Teodoro, Lagoa da Prata está dando a sua contribuição para o meio ambiente como um todo. “Se tratando de água, ela chega hoje em 100% das residências, temos 100% de esgoto coletado e tratado, saindo com95% de pureza, onde devolvemos para a Lagoa Verde, rio Jacaré e rio São Francisco. Sabemos da importância da água e da falta que ela faz não só em Lagoa da Prata, mas na região. Como o rio São Francisco passa por aqui e dá continuidade, o município está dando a sua contribuição”.

Paulo Teodoro, prefeito de Lagoa da Prata

Teodoro ainda destacou que o tempo tem tornado as pessoas mais conscientes em relação ao meio ambiente. “A população é muito consciente e sempre nos ajuda no desenvolvimento e proteção do meio ambiente. Hoje, que o Dia Mundial da Água estamos aqui na praça da Matriz juntamente com a população, que faz fila para pegar um muda de árvore. Antigamente tínhamos a inobservância, onde as pessoas não se preocupavam e se essa mentalidade continuar nossos filhos vão sofrer no futuro. Vamos cada um pegar a sua carga de responsabilidade ambiental”, destacou.

15 mil peixes são soltos no rio São Francisco

Lagoa da Prata foi contemplada com 15 mil peixes através de parcerias entre a prefeitura, a Codesvasf, Polícia Ambiental e Colônia de Pescadores Z-30 para serem soltos no rio São Francisco, na ponte de ferro. Para Lessandro, o  mais importante é saber que a água é um bem comum, mas que todos precisam preservar. “Convidamos a população para que neste dia da água possamos ter a consciência também de não desperdiçar e economizar água para as futuras gerações. Lagoa da Prata é uma cidade de peso, que sempre saiu na frente com as questões ambientais e que a população tem abraçado a causa e feito o que há de melhor para o nosso meio ambiente”, frisou.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp