COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Para a felicidade de uns e preocupação de outros, o Pokémon Go chegou ao Brasil na noite da última quarta-feira (03). Em Belo Horizonte, a reação de apaixonados pelo jogo, que já é sucesso no exterior, foi instantânea. Muitos jovens saíram de casa e foram até praças para, nos termos do jogo, capturar os monstrinhos. Já pela manhã, era possível detectar quem estava conectado com o jogo numa rápida olhada pelas ruas. O gestual é o mesmo: smartphone nas mãos, olhos no celular e ao redor de si para ir em direção ao “bichinho”.

Baseado em realidade aumentada, o jogo já estava disponível em diversos países e foram noticiados alguns problemas, como casos de furtos e roubos de aparelhos dos jogadores. Por estarem com os telefones sempre a vista, os jogadores acabam sendo vítimas mais fáceis para os criminosos.

Continua depois da publicidade.

Segundo informações coletadas em fontes abertas ocorreram vários acidentes de trânsito. Além disso, violações de espaços públicos fechados e imóveis privados foram detectadas ao redor do mundo.

Em Belo Horizonte, os jogadores têm se concentrado nas principais praças públicas, e foi registado que dois jovens tiveram seus smartphones subtraídos enquanto jogavam. A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), que já conta com um reforço no policiamento em função das Olimpíadas, informou que está atenta aos locais mais frequentados pelos fãs do game. Ainda não houve relatos de vítimas no Estado, mas os comandantes dos batalhões já estão orientados a reforçar a segurança.

A polícia mineira acompanha os fênomenos sociais da melhor maneira. Já percebemos pontos de aglomeração de jogadores e aumentamos o número de patrulhamento neles. Vamos fazer as pessoas perceberem os riscos de acidente pela atenção mais dada ao jogo e menos ao seu redor. Vamos começar a campanha também para os adultos”, explica o capitão Flávio Santiago, chefe da assessoria de imprensa da PMMG, que também avisa: “Evite lugares mal iluminados, soturnos e andar sozinho”.

*Com informações da PMMG

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp