COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

Na tarde desta quinta feira (20/02) Policia Militar de Arcos, recebeu denúncias de um de que um indivíduo branco, alto, magro que estaria vendendo drogas na BR 354, próximo do hotel SAN GERMAN.

De imediato deslocaram para o local, pois de fato o local descrito na denuncia é um conhecido local de intenso tráfico de drogas.

Continua depois da publicidade .

Durante o deslocamento, já na BR 354, próximo da PUC Minas, visualizaram uma motocicleta com dois indivíduos, um deles trajando roupas que o caracterizava como moto taxista e o garupa um indivíduo com as características narradas na denúncia. Realizaram o acompanhamento e conseguiram abordar a referida motocicleta. Os militares realizaram busca pessoal, onde encontraram no bolso esquerdo de um dos indivíduos, duas porções de substâncias semelhantes a maconha do tamanho aproximado de caixas de fósforo. Também no mesmo bolso foram encontradas sete pedras de substância parecida com crack, embaladas em papel alumínio prontas para serem comercializadas. Também foram encontrados com o autor 116 reais em dinheiro e um telefone celular. O indivíduo o qual estava com as substâncias foi identificado e  disse ser natural da Bahia, mas que estava morando em uma república na cidade de Arcos e que essa droga era dele , mas que não possuía mais das substâncias ilícitas. Relatou ainda que planejava ir até à uma zona boemia e se lá tivesse algum “curió” (termo usado pelos comerciantes de drogas para determinar usuários contumazes) iria vender para eles.

Diante disso, a PM acionou reforço da viatura policial militar empenhada no turno em apoio, deslocando em seguida até a referida república para realizar busca no local. Contudo, durante o deslocamento, o suspeito decidiu cooperar com os trabalhos e relatou que não tinha mais drogas em sua residência, pois ele tinha escondido o restante da droga nas ruas, tendo se prontificado a mostrar onde estaria o restante. No local, os militares pediram que a testemunha, acompanhasse o momento em que o autor indicasse onde estaria o resto das drogas ilícitas.  O suspeito mostrou então que as substâncias ilícitas estavam escondidas na frente de um caminhão estacionado em frente a república que o autor residia. Os militares realizaram as buscas nos pertences do suspeito em sua casa, porém nada de ilícito foi encontrado. O autor disse que comprou as drogas em Lagoa da Prata por setecentos reais.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao autor por tráfico de drogas. Com o restante das drogas encontradas no caminhão, totalizaram 65 pedras de substâncias semelhantes a crack todas embaladas em papel alumínio do tamanho comercial de dez reais e duas também embaladas, do tamanho de trinta reais. Todo o material foi apreendido e após contato no hospital para o exame de corpo e delito, deslocaram para a delegacia de plantão em Formiga/MG

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp