COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A delegada de Proteção à Família, Dra. Luciana de Sousa Silva, apresentou no final da tarde desta quarta-feira (15), L.J.D.S, de 34 anos, natural de Belo Horizonte, suspeito de estuprar a adolescente T.C.L.S, de 17 anos, no dia 4 de abril.

Segundo a delegada, a vítima saiu de casa por volta das 11h30 do sábado (4), quando o suspeito a abordou na rua São Paulo. Ele a ameaçou com uma barra de ferro, a levou para o final da rua, e a forçou a praticar sexo.

Continua depois da publicidade.

Não satisfeito, o homem foi com a vítima para a residência dele e novamente repetiu o ato. Em seguida, eles retornaram ao local do primeiro estupro, momento em que o suspeito libertou a vítima e disse para ela ir para casa e de cabeça baixa.

A Polícia Militar foi acionada e a vítima foi levada até a residência do suspeito, que morava sozinho, mas não foi encontrado. A adolescente reconheceu as roupas que o suspeito usava na hora do crime e também o reconheceu pela foto da Carteira de Trabalho. Segundo uma testemunha, o homem depois do acontecido não voltou mais na residência onde ocorreu o crime.

Diante dos fatos, a Polícia Civil iniciou as investigações e na manhã desta quarta-feira (15), encontrou o possível autor, na casa do tio dele, no bairro Nossa Senhora de Lourdes.

O suspeito foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Formiga.

Participaram das investigações, além da Dra. Luciana de Sousa, os investigadores Adão e Márzio, a escrivã Edneia e as estagiárias Thaís e Mariana.

Por: Últimas Notícias

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp