COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

O município de Lagoa da Prata recebeu na última semana cinco novos investigações. O objetivo é que com a chegada deles a ocorrência de crimes diminua e os processos de investigações se tornem mais rápidos. Segundo o Delegado de 7º Departamento
de Polícia Civil e delegado geral, Ivan José Lopes, quatro dos cinco investigadores já estão no município.

Ivan José Lopes, chefe do 7º Departamento da Polícia Civil em Divinópolis.
Delegado de 7º Departamento de Polícia Civil e delegado geral, Ivan José Lopes

Além de Lagoa da Prata, outras cidades do Centro Oeste de Minas Gerais também receberam 50 investigadores. “Em Lagoa da Prata quatro investigadores já entraram em exercício na cidade. O quinto ainda não se apresento porque está com uma liminar da Justiça para frequentar a etapa de concurso em outro estado. Já se apresentaram Alexandre de Sousa Fidélis, Gisele Cristina Faria, Hamilton Leão Pantuzzo e José Francisco Faria”, afirmou.

Continua depois da publicidade .

A posse dos investigadores aconteceu no dia 22 de setembro no auditório da sede do 7º Departamento de Polícia Civil. “Fizemos a orientação do que esperamos deles, que é ânimo, disposição, coragem, lealdade, honestidade e muito trabalho”.

Durante a posse, os novos investigadores conheceram um pouco dos índices de criminalidade da região Centro Oeste e da estrutura das cinco Delegacias Regionais e respectivas unidades policiais. Na oportunidade, foram saudados pelo chefe do departamento e Delegado Geral de Polícia Ivan José Lopes, pelos delegados regionais e pelos inspetores da área. Essa também é a primeira turma que se forma na ACADEPOL que já ingressou com curso superior”, frisou

whatsapp-image-2016-09-23-at-9-32-17-am-1

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp