COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

Na quinta-feira (07), o comandante da Guarda Municipal de Lagoa da Prata, Edson Pereira, juntamente com sua equipe, recebeu a visita de técnicos de uma empresa, que é especializada em telecomunicações, para que fosse feito um estudo dentro do município visando instalar de forma eficaz as câmeras de monitoramento, o “Olho Vivo”. Essa empresa foi a mesma que instalou as câmeras de segurança em Santo Antônio do Monte e foi também responsável pela instalação desses equipamentos na favela do “Morro do Alemão,” na cidade do Rio de Janeiro. Segundo o comandante Edson Pereira, Todos os locais considerados de risco, onde o índice de criminalidade tem aumentado, foram visitados. Pereira disse que os técnicos foram bastante positivos nas expectativas, e acreditam que a cidade terá um resultado surpreendente. “Se o município conseguir a execução do projeto na íntegra, Lagoa da Prata. Será uma das cidades de melhor cobertura por monitoramento urbano, do Brasil”, afirmou um dos técnicos ao comandante da GM. Ainda segundo a empresa responsável pela implantação, a topografia do município propicia a instalação de equipamentos de última geração, com grande qualidade de imagem e melhor proveito dos equipamentos. 

Essa avaliação realizada no município foi solicitada pelo prefeito municipal, Paulo Teodoro. Segundo a prefeitura, a ideia é que o monitoramento seja feito 24 horas, por profissionais qualificados, de dentro do Quartel da Guarda Municipal, que deverá monitorar e tomar as devidas providências no caso de algum crime ser flagrado pelas câmeras. Deverá ser um trabalho onde Polícia Militar e Guarda Municipal trabalhem integradas.

Continua depois da publicidade .

Na tarde dessa quarta-feira (13), o presidente da Câmara Municipal, vereador Edmar Nunes, reuniu autoridades do Poder Executivo e Legislativo, Polícia Militar, Guarda Municipal, empresários e representantes de instituições para uma apresentação cuja pauta era segurança pública e suas variáveis. A palestra ficou a cargo do Coronel Euro Magalhães. Ele falou sobre o dever e atuação de cada órgão de segurança em nível municipal, estadual e federal. O coronel mostrou, através de exemplos de outros municípios, o que Lagoa da Prata ganharia com a implantação de tais equipamentos, além de seus custos e adaptações.

O presidente Edmar Nunes disse a TV Cidade que foram detectados 42 pontos considerados críticos em termos de segurança. A meta é instalar câmeras em todos eles, respeitando as limitações orçamentárias. Ele disse ainda que, por enquanto, o projeto não está orçado e os recursos poderão sair dos cofres municipais, estaduais, federais ou até da inciativa privada. “Venha de onde vier o recurso, acreditamos ser um grande investimento, pois o povo de Lagoa da Prata merece caminhar pelas ruas com plena sensação de segurança”. Concluiu Edmar Nunes.

 

Adriano Santos – TV Cidade, Lagoa da Prata.

Conteúdo exclusivo do portal TV Cidade Lagoa da Prata. A reprodução total ou parcial está expressamente proibida sem a autorização por escrito da produtora, conforme determina a Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610), estando o infrator sujeitos às penalidades impostas pela legislação. É permitida somente a divulgação do teor integral por meio de compartilhamento nas redes sociais.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp