COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Tenho certeza que você já ouviu ou disse a expressão: “fulano só está lá por causa do QI. Quem Indica”. E daí? Sempre que tal expressão é utilizada percebemos um sentido depreciativo em relação a quem está ocupando o cargo. Neste terceiro artigo da série de sete sobre Marketing Pessoal abordaremos o tema Rede de Relacionamentos. Devemos ter em mente o seguinte, para se posicionar no mercado atual é necessário muito mais que habilidades técnicas. Não são poucas vezes que os conhecimentos teóricos e práticos, chamados também de “know how”, são relegados ao segundo plano.

Nossa Rede de Relacionamentos deve permanecer sempre em “obras”, é uma construção que nunca acaba. Compare essa Rede a uma teia de contatos que deve crescer por todos os lados e em todos os níveis. Podemos construir horizontalmente essa trama social nos fortalecendo com nossos pares, em plano semelhante, ou seja, com aqueles que estão no nosso nível. Verticalmente devemos usar essa habilidade com pessoas que estão em nível superior ao nosso, em postos mais elevados social e mercadologicamente. Ainda verticalmente não podemos nos esquecer de quem está em nível inferior, pois podem conhecer pessoas do nível superior e nos indicar a qualquer momento.

Continua depois da publicidade.

Para essa construção o material necessário é a simpatia, cordialidade, educação, presença de espírito, elegância dentre outros.  Dessa forma seremos sempre lembrados. Essa construção acontece no trabalho, no dia-a-dia e nos eventos sociais. Para isso é necessária, evidentemente, a sua participação no máximo de eventos possíveis. Depois de estabelecido o elo, vem a parte da manutenção. Ligações periódicas, mensagens eletrônicas, convites para outros eventos, os negócios acontecerão como consequência natural. Não deixe passar nenhuma oportunidade de entregar seu cartão de visitas.

Pense bem antes de mencionar pejorativamente que alguém só está ocupando um cargo pelo “QI”. Esse profissional tem seus méritos, conhece pessoas. E não ache que o indicado seja incapaz de executar as funções atribuídas pelo cargo. Já estando lá, pode muito bem desenvolver as habilidades técnicas até então inexistentes.

O Marketing Pessoal, além de beneficiar indistintamente a todos que o praticam, proporciona bem estar também aos que fazem parte do ciclo de relacionamentos. Se você não pensa assim já está na hora de mudar seus paradigmas. Tenha certeza que o “network” ou “networking” é um grande diferencial competitivo. Só pra constar, a origem da palavra, que hoje é um “jargão” (termo técnico) do Marketing é a seguinte: “net” em inglês significa rede, “work” é trabalho e no gerúndio “working”, trabalhando.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp