COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.
Segundo o padre, objetos estavam na paróquia há 50 anos. Religioso destaca baixo valor comercial com destaque para valor simbólico

 

 

Continua depois da publicidade.

A diocese de Luz está em busca de objetos sacros que foram roubados da Paróquia de Nossa Senhora de Luz na madrugada de sexta-feira (21). Segundo o pároco responsável, padre Antônio Carlos da Silva, os criminosos arrombaram a porta de madeira que fica na lateral da igreja e entraram na sacristia.

Ainda segundo Antônio Carlos, os objetos não tinham alto valor comercial, mas simbólico. “A primeira posição da igreja é de tristeza, pois se tratam de objetos litúrgicos. O roubo desses objetivos significa um desrespeito à fé das pessoas. Pedimos que quem roubou, devolva. Apesar de não ter um alto valor em dinheiro, essas peças têm um alto valor simbólico”, explicou.

Dois ostensórios, um turíbulo e um jarro de lavar as mãos foram levados. Ainda de acordo com o padre, os objetivos estavam sendo restaurados na cidade de Diamantina e tinham chegado há pouco tempo na paróquia. Segundo o padre, os objetos estavam na paróquia há 50 anos. Ninguém foi preso até o fechamento da reportagem.

 

Fonte: Tv Bambuí

 

 

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp