COMPARTILHAR
A estudante Maria Bruna Mota foi uma das escritoras contempladas com a publicação de seu texto no livro da Acadelp.
Continua depois da publicidade.

A Academia Lagopratense de Letras (Acadelp) realizou no dia 28 de dezembro a Mostra Cultural. O evento, realizado na sede do Lions Clube, teve o objetivo de promover a cultura no município e lançar o livro “Lagoa da Prata em Prosa e Verso III”, coletânea dos poemas finalistas de todos os concursos de poesias realizados pela academia e textos escritos pelos acadêmicos.

A mostra contou com exposição de telas das artistas Letícia Faria, Micheli Gonçalves e Maritana Bessas, livros de escritores de Lagoa da Prata, banners com poesias, fotos de eventos, apresentação de uma dança pela coreógrafa e bailarina Bianca Mayra (Estúdio de Dança Impactus), apresentação musical com Helder Clério e recital com os acadêmicos.

Continua depois da publicidade.

O evento foi aberto com o lema “A cultura de um povo é o seu maior patrimônio. Preservá-la é resgatar a história, perpetuar valores, é permitir que as novas gerações não vivam sob as Maria Brunatrevas do anonimato”. O evento contou com a presença de pessoas que valorizam a arte e a cultura de Lagoa da Prata, dentre elas o secretário Municipal de Cultura Ricardo Costa, Carmem Simões (representantes do Conselho Municipal de Cultura e Turismo), vereador Edmar Nunes, a bibliotecária Georgina, o escritor Tadeu Lobo, de Nova Serrana, o escritor Antônio Carlos Dayrell, de Belo Horizonte, imprensa, diretores de escolas, professores, alunos, acadêmicos, um convidado de Portugal e demais convidados que muito abrilhantaram o evento. “A Acadelp agradece a todos que contribuíram para a realização de mais este evento cultural”, afirmou a acadêmica Adircilene Batista.

Para Maria Bruna Mota, que teve seu texto publicado no livro, a sensação foi maravilhosa. “Eu acredito potencialmente na educação. Hoje, depois de mais de 5 anos, fui agraciada com a publicação do livro, no qual consta uma de minhas poesias ainda da época da escola. E depois de tantos anos, ainda escrevo poesias e agora, também, os textos acadêmicos”, afirmou.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp