COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A multa para quem pesca em período de piracema é de R$1.937,70. Além dos peixes, os indivíduos estavam com um pássaro sem registro

Durante patrulhamento na tarde de ontem (10) a Polícia Militar do Meio Ambiente de Lagoa da Prata abordou na região do rio São Francisco, conhecida como Barra do Santana, dois indivíduos que praticavam pesca em época de piracema. Os homens haviam capturado aproximadamente 2 Kg de peixes da espécie “mandi pratinha”, uma das que são proibidas no período.

Foram localizados também uma gaiola contendo um pássaro da fauna Silvestre Brasileira, da espécie papa-capim, juntamente com alçapão. Um dos indivíduos assumiu ser o proprietário do pássaro. Diante do exposto, os autores foram presos em flagrante delito e conduzidos para a Delegacia de Polícia. Os indivíduos foram multados em R$1937,70 cada um.

Continua depois da publicidade.

Segundo o sargento Edimilson Lage, o pescado, após ter sido avaliado por médico veterinário, foi descartado no aterro sanitário de Lagoa da Prata por não ser próprio para o consumo. O pássaro também foi avaliado e devolvido em seu habitat natural.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp