COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A vítima foi assassinada após um desentendimento com uma das mulheres. A suspeita é de que elas tenham colocado fogo no jovem antes dele morrer

Duas mulheres entre 22  e 30 anos foram presas em São Roque de Minas na manhã desta segunda-feira (9). De acordo com a  a Polícia Militar, elas são suspeitas de ter matado no mês de novembro do ano passado um jovem de 25 anos possivelmente a facadas em Lagoa da Prata.

As mulheres foram encontradas após uma delas ter comentado em um bar que havia matado uma pessoa. Ao ouvir a mulher descrevendo o crime, uma testemunha acionou os militares.

Continua depois da publicidade.

Ao ser abordada, a mulher deu informações falsas, dizendo ter o nome de sua irmã. Ela foi liberada, mas os policiais receberam outra denúncia que dizia que a informação dada pela mulher era falsa. Os militares então entraram em contato com o delegado de Lagoa da Prata e mostraram a foto da suspeita. O delegado confirmou que a foto era da autora do crime e ainda informou que outra pessoa estava envolvida.

De posse das informações, os militares realizaram buscas na cidade de São Roque de Minas. Uma das autoras foi encontrada em casa e a outra no centro da cidade. Havia contra as duas mandados de prisão em aberto.

O crime

De acordo com informações da Polícia Militar,  a vítima do homicídio tinha um relacionamento com a mulher de 30 anos e era funcionário dela em uma boate.  A causa do homicídio teria sido um desentendimento entre os dois.

A vítima pode ter sido morta com facadas ou espancada, segundo informações dos militares. Em seguida, as mulheres levaram o jovem até um canavial e atearam fogo. Há suspeitas de que ele ainda estivesse vivo nesse momento. O laudo pericial ainda não foi concluído.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp