COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

As eleições estão marcadas para março. Julvan terá como coordenador de campanha o ex-prefeito de Pará de Minas e ex-deputado Antônio Júlio

Julvan Lacerda (PMDB), prefeito de Moema, já comunicou ao presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Toninho Andrade (PSB), sua candidatura à presidência da entidade nas eleições marcadas para março.  Julvan já tem o aval do partido em Minas Gerais e terá como coordenador de sua campanha o ex-prefeito de Pará de Minas e ex-deputado Antônio Júlio, que também presidiu a AMM e a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Reuniões e contatos já estão sendo realizados com prefeitos, deputados e presidentes de diferentes partidos.

Continua depois da publicidade.

Em entrevista exclusiva ao Jornal Cidade, Lacerda disse que o fator principal que o motiva a ser presidente da associação é tentar fazer justiça com os recursos.

Ao seu ver, como funciona o pacto federativo que abrange os municípios mineiros? Os municípios têm o respaldo que precisam?

Nosso pacto federativo é muito injusto por concentrar todo o recurso nas mãos da União Federal, que deixa os municípios a “Deus dará”. Vendo esse momento de crise financeira/econômica, um momento conturbado politicamente, uma crise social nunca antes vista em nosso país e com um aumento da criminalidade, nós, prefeitos, que estamos mais perto do povo, sofremos e vemos o sofrimento do povo e muitas vezes ficamos de mãos atadas  por não ter o que fazer, pois muitas o poder de fazer está nas mãos do Estado e da União Federal. Quero ser presidente para que com a força dos 853 municípios de Minas Gerais poder lutar para poder transformar essa realidade. Quero uma realidade mais justa.

Como surgiu a oportunidade de se candidatar à presidência da AMM?

Desde que assumi como prefeito de Moema, procurei andar em dia com as mensalidades da Associação Mineira dos Municípios e, não só essa, mas sempre procurei e continuarei procurando participar da ações da AMM e movimentar os prefeitos. Inclusive, nesse biênio, que finaliza agora, coloquei meu nome à disposição e ocupei o cargo de presidente de Conselho Fiscal da chapa que administrou a AMM nesses dois anos, onde o nosso líder regional, Antônio Júlio, foi o presidente do conselho diretivo.  O nosso município é um contribuinte efetivo. Nós realizamos algumas ações em prol dos municípios nesse curto espaço de tempo e agora os colegas prefeitos estão lançando o meu nome.

Veem em mim um representante para lutar pela causa municipalista, e eu como um bom mineiro e bom brasileiro que não foge à luta coloquei o meu nome para enfrentar mais esse desafio de lutar pela causa municipalista e, principalmente, para poder transformar a realidade do nosso país, que tanto sofre com corrupção, falta de investimento em saúde, estrutura, e principalmente, com o descaso da segurança pública, que nosso povo tanto tá sofrendo”, destacou.

Quais as suas propostas para que, caso seja eleito, você pretende desempenhar dentro da AMM?

Minhas propostas abrangem diversas áreas, mas dentre elas, está a intensificação da luta da Associação Mineira dos Municípios, que é a mais forte e maior do país, para poder fazer andar a pauta municipalista, que hoje tem no Congresso. Muitas vezes, os deputados federais e senadores, e até o Governo Federal não têm interesse em ver essa pauta andar, vencer e progredir, porque eles querem que os municípios continuem sobre o seu jugo, dependentes e com o pires na mão. Então, uma das minhas principais propostas é levantar essa bandeira e, para que isso tenha força precisamos unir os nossos prefeitos. Os prefeitos têm uma grande força, mas só se estiverem unidos, pois, caso contrário, se cada um olhar apenas o interesse do seu município vamos continuar do jeito que estamos. Precisamos abraçar e nos unir através da associação para podermos cobrar o andamento dessa pauta municipalista, apresentar soluções, cobrar soluções dos problemas que não são da nossa competência resolver e apresentar solução para os que são da nossa competência resolver, mas com o recurso e a retaguarda dos governos estadual e Federal. Não pretendemos trabalhar contra o Governo Federal ou Estadual, pois somo uma federação que precisa estar harmônica e em sintonia. Pretendo harmonizar a relação do município com o Estado e com a União, mas de uma forma justa, pois a nossa federação sacrifica os municípios e estados em detrimento da União. Vamos cobrar os nosso direitos e ações efetivas que possam transformar a realidade dos municípios mineiros para que melhorando as condições de trabalho possamos melhorar também a condição de vida dos nossos cidadãos.

A Associação Mineira de Municípios

A Associação Mineira de Municípios (AMM) foi fundada em 17 de outubro de 1952 e com seus 65 anos de história, preserva a filosofia que orienta o seu dia a dia: reunir e representar os municípios de Minas buscando, por meio de suas potencialidades e individualidades, o fortalecimento de cada um e o consequente desenvolvimento do Estado.

Trata-se de uma entidade política, suprapartidária e de utilidade pública além de ter como seus parceiros os gestores municipais que acreditam no princípio municipalista como alavancador para a construção de um Estado e um País soberano. Os governos estadual e federal, as associações microrregionais de municípios, bem como diversas instituições da sociedade civil, trabalham com a parceria da AMM e reconhecem a força de sua representatividade.

A AMM atua como estrutura de articulação política e se posiciona frente aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário como representante legítima das 853 cidades, o maior número de municípios reunidos do Brasil. Ao mesmo tempo em que defende os interesses e os direitos dos municípios mineiros, oferece a eles ferramentas para se tornarem autônomos econômica e juridicamente através da implementação de uma gestão eficiente.

Além da representação política, a AMM está estruturada para prestar consultoria a todos os municípios mineiros nas áreas jurídica, assistência social, educação, economia, contábil, finanças, captação de recursos, meio ambiente, serviços especializados e comunicação. Seus consultores, profissionais especializados na área pública, trabalham com estratégia de fortalecimento municipal, proporcionando aos prefeitos melhores condições de tomada de decisão.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp