COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Para se dedicar aos estudos, Jordane teve total apoio da Embaré

O lagopratense Jordane Morais se formou como cantor lírico no dia 20 de novembro no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Membro do Coral da Fundação Embaré, ele se mudou para a capital mineira e recebeu o apoio da empresa para realizar o seu sonho.

“Foi uma experiência maravilhosa. Estudar aqui em BH me fez crescer, amadurecer e abriu um leque em minha vida, me dando oportunidades para poder participar de festivais e ter mais confiança em apresentar em público. Sou integrante do Coral Fundação Embaré desde os meus 13 anos, era salmista nas missas dominicais, cantava em cerimonias religiosas em Lagoa da Prata e região, estava no quarto período do curso de Ciências Contábeis em Bom Despacho e trabalhava na Embaré no setor da contabilidade, mas durante o período de 29 de julho a 4 de agosto de 2013, com o incentivo de minha amiga Roberta Gontijo Lobato, participei do FEMUDIV (Festival de Música de Divinópolis), o qual tive o prazer de conhecer a soprano e professora de canto Daiana Melo, que me deu total apoio e incentivo para participar das provas para o processo seletivo para ingressar na Fundação Clóvis Salgado. Também tive o incentivo do maestro Alaor José Gonçalves e da fonoaudióloga Maria Geoconda, ambos do Coral Fundação Embaré”, disse o cantor.

Continua depois da publicidade.

Jordane estudou canto, teoria musical, apreciação musical, harmonia, teclado, história do jazz, ópera escola, dicção, performance, composição e regência. O cantor agradece o apoio que recebeu. “Em primeiro lugar, agradeço a Deus e à Nossa Senhora por ter me concedido força, coragem e persistência, iluminando assim os meus passos para a realização deste sonho. Aos meus pais, irmãs e familiares pelo carinho e por nunca me deixarem desistir. Agradeço aos novos amigos que conquistei e aos velhos amigos a compreensão pela ausência nos momentos de estudo. Ao Lucas, um grande companheiro que se juntou a mim no final desta jornada, e gostaria de imensamente agradecer à Embaré por embarcar comigo na realização deste sonho, possibilitando assim a realização deste e por incentivar a convivência social e o desenvolvimento artístico e cultural da comunidade de Lagoa da Prata, fundando o Coral Fundação Embaré, onde foi meu primeiro contato com a música clássica, despertando em mim o sonho de ser um cantor lírico. Nunca desista dos seus sonhos. Sem eles você continua existindo, mas não vivendo. E como diz Augusto Cury, jamais desista das pessoas que ama. Jamais desista de ser feliz. Lute sempre pelos seus sonhos. Seja profundamente apaixonado pela vida, pois a vida é um espetáculo”, finaliza o cantor.

A paixão pela música surgiu quando ainda era criança. “Desde criança sempre acompanhei minha mãe à igreja em que ela é violonista, na comunidade Bom Pastor e nas Paróquias de São Francisco e São Paulo Apóstolo, onde eu era salmista e tinha (tenho) uma paixão por cantos gregorianos. Meu amor pela música clássica começou aí”.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp