COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A Polícia Civil apresentou, na manhã desta sexta-feira (28/03), em Divinópolis a dupla suspeita de matar a adolescente, de 16 anos, durante um assalto a um supermercado, em Itaúna. Gabriela Oliveira foi atingida por um tiro no abdome e morreu ao chegar ao hospital. Os suspeitos foram apresentados na cidade por segurança.

 

Continua depois da publicidade.

Danilo Menezes de Almeida, 30 anos, e Michael Jordan Alves Moura, de 18 anos, são suspeitos de terem cometidos pelo menos outros quatro assaltos dois dias antes, na quarta-feira (19). De acordo com o delegado, Wesley Amaral de Castro, outras vítimas já os reconheceram e há imagens de segurança que os ajudaram na identificação.

Michael Jordan confessou ser autor do tiro e disse que foi acidental. Ele ainda negou que seja autor dois outros assaltos apontados pela polícia.

 

“Só sei que foi acidental, ilusão de droga”, afirmou e acrescentou: “Não sou eu nas imagens”, negou em relação as gravações de outros roubos.

 

Mostrando arrependimento ele pediu perdão à família de Gabriela e disse que roubava para manter o vício. Michael é usuário de crack.

 

Estou arrependido e agora é pagar pelo crime que cometi […] Pedi perdão a todos, a população, a família dela”

.

 

 

Já Danilo disse ter cometido o crime porque estava desempregado e precisava de dinheiro. Ele também se declarou inocente em relação aos demais roubos.

 

“Eu não cometi outros crimes não. Esse foi o primeiro e o último. Estou desempregado e roubei agora para sustentar a minha casa. Estava tentando arrumar um emprego”, disse.

 

Prisão

 

A prisão preventiva foi pedida e eles estão desde a última segunda-feira (24) no presídio de Pará de Minas. O delegado deverá apresentar o inquérito até o dia 24 de abril e incluir os demais crimes cometidos pela dupla. Só pelo crime de latrocínio eles podem pegar de 20 a 30 anos de prisão.

 

Crime

 

Gabriela foi morta na última sexta-feira (21) enquanto trabalhava em um supermercado. As câmeras de segurança gravaram toda a ação dos bandidos. Eles chegaram, anunciaram o assalto e pegaram o dinheiro do caixa. Quando Michael Jordan foi pegar o dinheiro a arma disparou acidentalmente como o movimento da mão dele e acertou a menina.

 

O crime gerou comoção. Por duas vezes a população foi à rua vestida de branco pedir justiça. No dia da prisão, uma multidão se aglomerou na porta da delegacia. Por segurança, a polícia preferiu apresentar a dupla em Divinópolis para evitar transtornos em Itaúna.

 

Fonte: Portal Centro Oeste

Fotos: Amanda Quintiliano

 

foto-2-6

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp