COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) realizado em Santo Antônio do Monte no início de 2015 apontou um índice satisfatório de acordo com a referência do Ministério da Saúde. O resultado do LIRAa foi de 0,7 em janeiro, o que significa que foram encontrados focos de dengue em menos de 1% dos imóveis vistoriados. Nos meses de março e outubro serão realizados outros levantamento.

De acordo com João Victor Amaral e Sérgio Batista, supervisores dos agentes de endemias, esse resultado é consequência do trabalho que está sendo desenvolvido
na cidade. “Todo cuidado é pouco, hoje estamos com 0,7, mas para permanecermos com o índice de baixo risco não podemos deixar passar de 1,1”, explica Amaral.

Todo cuidado é pouco, hoje estamos com 0,7, mas para permanecermos com o índice de baixo risco não podemos deixar passar de 1,1

Continua depois da publicidade.

Para Débora Rabelo, Supervisora Vigilância Epidemiológica, a região gião vive uma epidemia e tem números expressivos de casos de dengue, mas apesar da situação de Santo Antônio do Monte ser considerada boa e estável em relação a essas
cidades, é importante que a população não se descuide. “Não podemos criar uma falsa ideia de que o problema da dengue não existe no município, porque ela existe”, destacou.

RESISTÊNCIA
Rabelo destacou que quando um morador recusa a entrada do agente em sua residência, a situação é informada ao supervisor, que irá até o local para averiguar o que está acontecendo.

Para o morador que não tem tempo para receber os agentes, que estes sejam os vigilantes de suas residências. Os principais locais onde encontram- se os focos em Santo Antônio do Monte são as caixas de água, locais para armazenamento de água (tambores) e lixos

domésticos. Resumindo, os focos estão dentro das residências


Após a segunda recusa, o caso é repassado para o Ministério Público. “Para o morador que não tem tempo para receber os agentes, que estes sejam os vigilantes de suas residências. Os principais locais onde encontram- se os focos em Santo Antônio do Monte são as caixas de água, locais para armazenamento de água (tambores) e lixos
domésticos. Resumindo, os focos estão dentro das residências”, frisou.

Para quem desejar denunciar algum local que precisa da visita do agente é só ligar 3281-1400.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp