COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Uma guarnição da Polícia Militar compareceu na Avenida Sudário Felizardo de Castro, no bairro Sol Nascente, onde segundo informações, um autor, de 48 anos, portando um podão, agrediu uma vítima, de 22 anos.

No local, a vítima havia sido conduzida até o Pronto Atendimento por terceiros e atendida pelo médico de plantão, o qual  constatou lesão grave no ante braço direito com perda de tecido e ferimento na orelha esquerda, onde ficou aos cuidados médicos.

Continua depois da publicidade.

Segundo a testemunha, ela estava no estabelecimento e sem motivos aparente o autor chegou lhe agredindo com um podão e após as agressões, o autor deslocou até a residência da vítima; de 35 anos, que é seu vizinho e portando um podão, adentrou na residência desse e ameaçou-o de morte, vindo a bater com o podão no portão de entrada, alegando que a vítima foi quem passou informações para polícia prender seu filho. Após os fatos, o autor fugiu na condução de um veículo VW Santana,  de cor cinza.

Autor é encontrado com ferimentos

Uma guarnição da Polícia Militar compareceu no cruzamento da rua Rede dos Ferroviários com a Avenida José Ferreira de Moura, bairro Sol Nascente, onde a vítima, de 48 anos, encontrava-se caído no chão apresentando sangramento e o seu veículo VW Santana, de cor Cinza, praticamente todo danificado, com amassados na lataria e as partes envidraçadas quebradas.

De imediato, uma  ambulância compareceu ao local e  levou a vítima para atendimento médico no Hospital São Carlos, onde a testemunha, de 42 anos, esposa da vítima, relatou que ele havia feito uso de bebida alcoólica ficando em estado de embriaguez, exaltado e bastante agressivo. A esposa ainda citou que a tarde ele se envolveu em briga pelo bairro Sol Nascente e que depois saiu com o veículo VW/Santana e estacionou próximo à uma mercearia. Ao sair do carro ele foi cercado por diversos indivíduos, os quais  gritavam que ele iria morrer, vindo a agredi-lo a socos, pontapés e pedradas. Mesmo caído recebeu diversos chutes na cabeça, onde cessaram as agressões somente após ela ter chegado e se identificado como esposa da vítima.

As testemunhas não reconheceram os indivíduos . Há suspeita que os autores possam ter relacionamento com a pessoa que a vítima havia agredido à tarde com um podão. O automóvel VW Santana foi apreendido por estar constado nessa ocorrência como meio de fuga.  A vítima apresentava diversos cortes na cabeça, ficando aos cuidados médicos, não sendo possível prestar esclarecimentos. Segue rastreamento.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp