COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

‘Projeto Amanhã’ oferece reforço escolar, esportes, lazer e alimentação. Segundo o Executivo, ações são modelo para outros municípios

Há nove anos o “Projeto Amanhã” atende mais de 300 crianças de zero a 16 anos em Iguatama. Com sede na Rua 70, no Centro da cidade, o projeto social oferece alimentação, aulas de reforço escolar,  aulas de dança, além de prática de esportes como natação, futsal e vôlei. Todas as atividades são acompanhadas por profissionais especializados.

Não tem em nenhum outro lugar um projeto com essa estrutura que oferecemos. As crianças que participam têm suporte em todos os aspectos possíveis por isso, ele deve ser reconhecido e aplicado em outros lugares

Desde que o projeto começou a funcionar a Prefeitura da cidade busca reconhecimento por parte do Estado, já que segundo o Executivo, se trata de um projeto modelo. “Não tem em nenhum outro lugar um projeto com essa estrutura que oferecemos. As crianças que participam têm suporte em todos os aspectos possíveis por isso, ele deve ser reconhecido e aplicado em outros lugares”, afirmou o prefeito Leonardo Carvalho Muniz.

Continua depois da publicidade.

Ainda de acordo com a Prefeitura, uma análise feita este ano aponta que a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) aumentou no município e segundo o prefeito foi por causa do projeto. “Antes a nota era de 4,3 e agora está em 6,2. Conseguimos um avanço no Ideb considerável graças a esse projeto que é um orgulho para todos”, disse Leonardo.

Antes a nota era de 4,3 e agora está em 6,2. Conseguimos um avanço no Ideb considerável graças a esse projeto que é um orgulho para todos

A coordenadora do projeto, Marília Vitor de Almeida, se orgulha de fazer parte das ações desde o ano passado. “Tudo o que as crianças têm em casa elas encontram nas ações desenvolvidas no projeto”, resumiu.

Dentro do “Projeto Amanhã” também há uma creche que cuida de 18 crianças de até três anos de idade. Elas recebem durante todo o dia acompanhamento de vários profissionais. Quando chegam ao projeto, eles são recepcionados por um café da manhã com direito a frutas, leite pães e sucos.

Ainda durante a manhã as crianças participam de brincadeiras, assistem filmes e depois de três horas recebem um lanche. Na hora do almoço o cardápio é variado e como todas as refeições tem acompanhamento nutricional. “A atenção na alimentação é inclusive especial em relação às crianças. Elas ficam o dia todo, então precisam se alimentar bem”, ressaltou a nutricionista Juliana Garcia.

A funcionária pública Luiude Bernardes Faria contou que o neto dela tem sete anos e fica na creche todos os dias para que a mãe possa trabalhar. “Na minha época precisávamos levar tudo para a creche, hoje, aqui no projeto, trago meu neto apenas. Tudo o que ele precisa é oferecido, até coisas básicas como shampoo para cabelo e sabonete”, comentou.

No local há salas de aula, com estrutura capaz par atender a todos os integrantes, além de salas destinadas para aulas de música. Quando os alunos saem do projeto eles vão para escola regular e para isso a Prefeitura disponibiliza um ônibus. “Os alunos que participam do projeto de manhã estudam a tarde e vice-versa. Eles tomam banho e no projeto mesmo eles são preparados para a aula. Com isso, os pais podem trabalhar tranquilos”, destacou a coordenadora Marília.

Há nove anos o “Projeto Amanhã” atende mais de 300 crianças de zero a 16 anos em Iguatama. Com sede na Rua 70, no Centro da cidade, o projeto social oferece alimentação, aulas de reforço escolar,  aulas de dança, além de prática de esportes como natação, futsal e vôlei. Todas as atividades são acompanhadas por profissionais especializados.

Desde que o projeto começou a funcionar a Prefeitura da cidade busca reconhecimento por parte do Estado, já que segundo o Executivo, se trata de um projeto modelo. “Não tem em nenhum outro lugar um projeto com essa estrutura que oferecemos. As crianças que participam têm suporte em todos os aspectos possíveis por isso, ele deve ser reconhecido e aplicado em outros lugares”, afirmou o prefeito Leonardo Carvalho Muniz.

Ainda de acordo com a Prefeitura, uma análise feita este ano aponta que a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) aumentou no município e segundo o prefeito foi por causa do projeto. “Antes a nota era de 4,3 e agora está em 6,2. Conseguimos um avanço no Ideb considerável graças a esse projeto que é um orgulho para todos”, disse Leonardo.

A funcionária pública Luiude Bernardes Faria contou que o neto dela tem sete anos e fica na creche todos os dias para que a mãe possa trabalhar. “Na minha época precisávamos levar tudo para a creche, hoje, aqui no projeto, trago meu neto apenas. Tudo o que ele precisa é oferecido, até coisas básicas como shampoo para cabelo e sabonete”, comentou.

No local há salas de aula, com estrutura capaz par atender a todos os integrantes, além de salas destinadas para aulas de música. Quando os alunos saem do projeto eles vão para escola regular e para isso a Prefeitura disponibiliza um ônibus. “Os alunos que participam do projeto de manhã estudam a tarde e vice-versa. Eles tomam banho e no projeto mesmo eles são preparados para a aula. Com isso, os pais podem trabalhar tranquilos”, destacou a coordenadora Marília.

 

Fonte: G1

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp