COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

O pescado foi descartado no aterro devido estar impróprio para o consumo

Durante patrulhamento de pesca feita pela Polícia de Meio Ambiente na região da Lagoa Verde, dois homens foram abordados realizando pesca com utilização de redes de emalhar sem a devida licença.

Os autores foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil, onde foi lavrado  um Auto de Prisão em Flagrante.

Foto: Polícia do Meio Ambiente
Continua depois da publicidade .

Foram apreendidos 10 kg de peixes e 9 redes, sendo lavrado dois Autos de Infração, sendo um no valor de R$3.139,75 e outro no valor de R$2.511,80.

O pescado foi aprendido e descartado no aterro sanitário de Lagoa da Prata devido estar impróprio para o consumo de acordo com o laudo técnico expedido por um médico veterinário.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp