COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

 O ato, que foi filmado estava circulando por um aplicativo de celular

 

A Polícia Civil detalhou, em coletiva de imprensa, na tarde desta segunda-feira (17/03), sobre a prisão de um suspeito de estupro à vulnerável. O indivíduo, de 32 anos, é suspeito de estuprar uma jovem de 24 anos, portadora de esquizofrenia paranoide com quadro psicótico grave.

Continua depois da publicidade.

De acordo com a delegada Luciana Sousa, o suspeito levou a vítima até sua residência, onde tiveram relações orais. O ato, que foi filmado estava circulando por um aplicativo de celular.

A denúncia com o vídeo chegou até a delegada no final de fevereiro. Desde então, o suspeito estava sendo investigado e na segunda-feira foi decretada a prisão do suspeito.

De acordo com a delegada, o indivíduo que foi extremamente educado e não resistiu à prisão, contou todos os detalhes, assumindo a responsabilidade do ato. Porém o suspeito nega ser ele o responsável por espalhar o vídeo no aplicativo de celular.

O suspeito confessou para a delegada que mantinha um relacionamento com a vítima há cerca de dois anos.

A jovem é maior de idade, mas devido a seu estado de saúde, ele pode ser condenado com base no artigo 217-A, que considera crime, o ato sexual com indivíduo que apresenta problemas mentais graves e que, portanto não possui condições de resistência .

O suspeito foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Formiga, onde ficará até o final da conclusão do inquérito.

A delegada orientou para a não divulgação da imagem do suspeito, assim como o nome dele e da vítima. A divulgação dessas informações implica em processo ao veículo que divulgar.

 

Fonte: Tv Bambuí

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp