COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A Unidade de Pronto Atendimento de Lagoa da Prata completou o primeiro ano de funcionamento no dia 20 de fevereiro. A Secretaria Municipal de Saúde reuniu servidores e órgãos de imprensa para mostrar os resultados desse período, no qual foram realizados mais de 50 mil atendimentos. Participaram também o prefeito Paulo César Teodoro e o vice Roberto do Tuim.

O médico e coordenador da UPA, Diogo Chaves, falou sobre as mudanças no serviço de pronto atendimento. “Eu vivi a outra realidade. Cheguei em Lagoa da Prata em 2012 e trabalhei no pronto-socorro, quando era perto da praia. Era totalmente sem estrutura para os profissionais e pacientes. O atendimento para a população hoje é humanizado. Trabalhamos com comprometimento”, afirmou.

Continua depois da publicidade.

O secretário de  saúde Geraldo de Almeida ressaltou as vantagens que a unidade oferece em relação ao antigo pronto-socorro. “Oferecemos uma estrutura de ponta. Aqui não vemos pessoas nos corredores, deitadas no chão e sem os cuidados essenciais. Fazemos exames laboratoriais, raios-X, entre outros exames, sem o paciente se deslocar. Ao chegarem à unidade, todos os pacientes são classificados de acordo com um protocolo internacional, o Protocolo de Manchester, que classifica em quatro tipos a urgência do atendimento”, afirmou.

+ de 200 pessoas atendidas por dia
1148 resgates de acidentes em 2016
+ de 50 Mil atendimentos em um ano de funcionamento

SAÚDE

O prefeito Paulo Teodoro falou sobre os investimentos que o município fez na saúde nos últimos anos. “Além da UPA, temos hoje uma Casa de Apoio em Belo Horizonte, onde as pessoas são recebidas e acolhidas. Aqui, nós preocupamos em atender urgência/emergência sem deixar de atender a atenção primária, que são os Psf’s. As pessoas são bem atendidas na Upa, pois temos uma equipe de excelência e uma estrutura física maravilhosa”, afirmou.Teodoro também destacou que a demanda pelos serviços de saúde é crescente, mas a Administração Municipal está empenhada em aumentar os investimentos na área. “Analisamos e fiscalizamos cada centavo que vai para a saúde. Semanalmente nos é passado um relatório sobre as deficiências da unidade que precisam ser melhoradas. Nosso investimento não para e o nosso objetivo é ser referência no atendimento à saúde”, frisou.

Roberto Tuim também comemorou o primeiro ano de funcionamento da UPA. “Quem conhecia o pronto-socorro e hoje vê a UPA, só tem a agradecer e elogiar. Temos hoje uma equipe de profissional

que atende com carinho e respeito. Não ficará por aí, pois vamos continuar investindo na saúde de Lagoa da Prata. Teremos uma Unidade Básica de Saúde no bairro Américo Silva e outra no Sol Nascente, além da construção do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)”, garantiu.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp