COMPARTILHAR
Imagem extraída de vídeo feito pela TV Integração
Continua depois da publicidade.

No fim da tarde desta terça-feira (10), o Exército Brasileiro informou que a vistoria da fábrica de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte, onde ,ocorreu uma explosão nesta manhã está em dia. Uma equipe irá ao local para apurar as causas do acidente que vitimou duas mulheres. Empresa presta apoio às famílias.

Em nota, o Exército informou que na última inspeção não constou irregularidades. A explosão desta terça-feira, segundo o órgão, é a quarta ocorrência do ano na cidade e, ao todo, cinco pessoas perderam a vida trabalhando nas fábricas. Uma equipe irá ao local para averiguar as causas do acidente.

Foto enviada por leitor via whatsapp
Continua depois da publicidade.

O coordenador do Sindicato das Indústrias de Explosivos de Minas Gerais (Sindiemg), Américo da Silva, informou que Joelma Aparecida de Morais, de 36 anos, foi até a fábrica para chamar Solange Aparecida da Silva Santos, de 54 anos, para almoçar. Com o impactodas explosões, as duas morreram. “A empresa está prestando todo apoio aos familiares das vítimas e vamos aguardar o resultado da perícia para saber o que ocasionou o acidente. Somente o pavilhão da explosão ficou destruído, os outros não sofreram nenhum dano”.

O marido de Joelma, Ricardo Morais, disse que a esposa reclamava das condições de trabalho. “Ela sempre teve medo e fazia explosivo. Eu já tinha pedido para ela sair do emprego, mas ela não saiu. Peço a Deus força para criar nosso filho de oito anos

Por: G1

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp