COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

Mais um caso de pedofilia seguido de estupro foi registrado no centro-oeste de Minas Gerais. O caso aconteceu na cidade de Arcos. Dos dois autores, um está preso, o outro acabou fugindo. O crime aconteceu no último domingo (10), depois que as meninas foram convidadas para dar um passeio que acabou resultando no estupro. Um dos rapazes, de 20 anos, se apresentou na companhia de Polícia, acompanhado de familiares, e foi preso em flagrantes. Ele disse que seu comparsa fugiu para a cidade de Formiga.

Quem descobriu o estupro foi a mãe da garota de 13 anos. Ela teria ouvido a conversa desesperada das garotas e após um diálogo com as adolescentes a mãe as levou até o Pronto Socorro para serem examinadas. O médico de plantão constatou que realmente as duas haviam sofrido o abuso. A menor de 12 anos foi imediatamente encaminhada para a Santa casa de Arcos, onde precisou passar por uma transfusão de sangue devido a uma grave hemorragia. O Médico plantonista ainda disse que a menor precisaria passar também por uma cirurgia. Na garota de 13 anos o médico também confirmou o abuso, além de constatar que ela estaria embriagada.

Continua depois da publicidade .

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao Pronto Socorro. Em conversa com as adolescentes, elas contaram que dois rapazes, de 20 e 25 anos, as convidaram para um passeio e elas aceitaram. Durante esse passeio eles sugeriram que todos fossem para a casa de um deles. Lá, todos ingeriram bebidas alcoólicas e cada garota foi levada para um quarto separado. A garota de 13 anos contou para a polícia que durante o tempo em que ficou dentro do quarto, mantendo relações com um dos rapazes, ouvia os gritos da amiga.

O rapaz foi autuado e levado para a cadeia de Arcos. O segundo envolvido, de 25 anos, ainda está sendo procurado pela Polícia Civil. As meninas e seus familiares serão acompanhados pelo Conselho Tutelar e passarão por uma avaliação psicológica. O Ministério Público agora assume o caso.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) diz que em casos como o das adolescentes, o crime cometido é o de pedofilia e estupro de vulnerável, mesmo que haja consentimento das vítimas ou da família.

 

Adriano Santos – TV Cidade, Lagoa da Prata.

 

Conteúdo exclusivo do portal TV Cidade Lagoa da Prata. A reprodução total ou parcial está expressamente proibida sem a autorização por escrito da produtora, conforme determina a Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610), estando o infrator sujeitos às penalidades impostas pela legislação. É permitida somente a divulgação do teor integral por meio de compartilhamento nas redes sociais.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp