COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Um menor de 17 anos, já conhecido da polícia de Lagoa da Prata, pode estar envolvido em um crime na cidade de Campo Belo. O fato aconteceu na madrugada dessa terça-feira (06). Ele, outros dois menores e um maior de idade são suspeitos de participarem de um atentado a bomba contra o quartel da Polícia Militar daquela cidade. A PM informou que os quatro podem ter usado bananas de dinamites.

Com a explosão, oito veículos – entre viaturas e carros particulares – ficaram destruídos no pátio do quartel. A casa do irmão de um policial também foi atacada com um explosivo ‘coquetel molotov’, que deixou uma caminhonete incendiada. Os suspeitos presos, segundo a polícia, também teriam participado de um ataque a uma casa de agentes penitenciários da cidade no dia 28 de setembro. O ataque teria sido uma retaliação à SUAPI (Subsecretaria de Administração Prisional de Minas Gerais), que assumiu o presídio da cidade. O menor de Lagoa da Prata e outros dois estão detidos na cidade de Campo Belo. Um quarto envolvido continua foragido.

Continua depois da publicidade.

 

Adriano Santos – TV Cidade, Lagoa da Prata.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp