COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

No dia 30 de junho a Colônia de Pescadores de Lagoa da Prata comemorou o seu primeiro aniversário. A data foi marcada pelo evento que aconteceu no terminal rodoviário de Lagoa da Prata.  Estiveram presentes os membros da Colônia de Pescadores, o vice-prefeito Ismar Roberto de Araújo, o secretário de Desenvolvimento Econômico Ricardo Costa, o presidente e tesoureiro da Federação dos Pescadores e Agricultores de Minas Gerais, Valtin Aquino da Rocha e Raimundo Ferreira, o coordenador do Sine Lucas Gontijo, o presidente e o tesoureiro da Colônia, José Luiz Barbosa e Helder Ribeiro de Aquino, o ex-vereador Joanes Bosco Januário, o empresário Flávio Madeira, o ex-prefeito de Japaraíba José Antônio, o diretor executivo do Sicoob Crediprata Antônio Claret Rezende, o presidente da ARPPA, Elcio Alves de Mesquita  e pescadores.

De acordo com o secretário da diretoria da Colônia Z-30, Aloísio Xisto, a ideia de criar a colônia de pescadores surgiu da necessidade de se coordenar e orientar os pescadores sobre a legislação da pesca e os seus direitos ao executar a função. “Eu e o Élcio Mesquita fomos convidados pela Federação dos Pescadores do Estado de Minas Gerais, para participarmos de uma reunião em Três Marias, onde fomos intimados pelo Presidente da Confederação Nacional dos Pescadores, Abrão Lincoln, que no prazo de sessenta dias fundássemos a colônia em Lagoa da Prata, e assim a fizemos em 30 de Junho de 2013”, afirmou Xisto.

Continua depois da publicidade.

A colônia atua como um suporte para os pescadores. “Auxiliamos na laboração dos Registros Geral dos Pescadores – RGP, (Carteira de Pescador Artesanal), junto ao Ministério da Pesca, Registros do Pescador junto ao Instituto Estadual de Floresta”, destacou Aloísio.

Começamos com apenas 12 associados que compunham a diretoria e hoje somos 188 associados

Santana disse que os trabalhos desenvolvidos têm trazido cada vez mais associados e isso é muito relevante, pois a carência de informações muitas vezes prejudicava o pescador. “Começamos com apenas 12 associados que compunham a diretoria e hoje somos 188 associados”, afirmou o secretário.

Xisto ainda salientou que os trabalhos da Colônia dos Pescadores são realizados nas cidades de Lagoa da Prata, Japaraíba, Arcos, Iguatama, Bambuí, Córrego Danta, Luz, Moema, Araújos, Perdigão, Santo Antônio do Monte, Pedra do Indaiá, Itapecerica e Divinópolis.

O pescador que quiser participar da colônia deverá procurar o escritório no Terminal Rodoviário de Lagoa da Prata.

 

Presidente da ARPPA, Elcio Alves de Mesquita.
Valtin Quintino da Rocha – Presidente da Federação dos Pescadores do Estado de Minas Gerais.

 

 

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp