COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

 

Em momentos de tristeza, estresse, ansiedade ou nervosismo, é muito comum sentirmos mais vontade de comer, o que não quer dizer que estejamos com fome. Muitas pessoas confundem as duas sensações e acabam se afundando em doces e outras besteiras, comprometendo a saúde e a forma física.

Continua depois da publicidade.

Mas por que será que sentimos tanta necessidade de consumir alimentos neste tipo de situação, especialmente os “engordativos”? Alguns processos internos, tanto físicos como psicológicos, explicam as causas da fome emocional. Veja quais são:

 

Hábitos de infância
A maioria de nós tem memórias reconfortantes da infância envolvendo comida, como, por exemplo, se deliciar com os doces caseiros feito pela avó. Recorrer à comida em momentos difíceis é uma forma inconsciente de tentar obter este conforto.

 

Hábito social

 

Geralmente, pessoas que estão passando por um momento difícil buscam apoio de pessoas próximas e, quase sempre, a reunião de amigos envolve algum programa gastronômico, seja um sorvete na lanchonete ou um jantar em grupo. O ato é reconfortante, porém somente a curto prazo.

 

Redução da serotonina

 

O estresse causa a redução dos níveis de serotonina no cérebro, o tão conhecido hormônio do bem-estar. A comida, em especial os carboidratos, ajuda a estimular a produção deste componente. É por isso que comer em momentos tristes é tão reconfortante.

 

Gasto de Energia

 

O estresse ou ansiedade altos exigem muita energia do corpo, já que são situações extremas que deixam nosso cérebro em alerta. Por sua vez, este gasto elevado causa fome e vontade de ingerir especialmente carboidratos, que repõem as energias.

 

Liberação de cortisol

 

O estresse aumenta os níveis de cortisol no cérebro, hormônio que, em excesso, pode gerar uma série de disfunções no corpo, incluindo o aumento da fome. É a forma que o corpo tem de estocar reservas para um possível momento de escassez.

 

Fonte: Bolsa de Mulher

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp