COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Cidadão que possui o modelo antigo ainda na validade não precisa trocar. Substituição ocorrerá na sequência de renovação

A partir desta segunda-feira (2/1), a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ganhará cores diferentes e itens de segurança para evitar falsificações. As mudanças foram definidas em uma Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada em maio de 2016.

 

Continua depois da publicidade.

Em Minas Gerais, o Detran/MG já está preparado para emitir o novo modelo da CNH, conforme explica o assessor da Divisão de Habilitação, Wagner Félix Soares. “As carteiras antigas serão substituídas gradativamente. O cidadão que tem o modelo antigo, não precisa vir ao Detran trocar. Ela tem validade normalmente e ele só vai ter a nova CNH quando for renovar o documento ou em caso de extravio do modelo anterior”, explicou Soares.

 

Entre as mudanças, destaque para os seguintes detalhes:

  • O fundo da CNH ficará mais amarelado e contará com elementos gráficos que só poderão ser conferidos por meio de luz ultravioleta;
  • A tarja no topo do documento atual, acima da foto de identificação do condutor, mudará da cor azul esverdeada para preta, com impressão em alto relevo;
  • A tarja também passará a ter o mapa do estado que emitiu a CNH, ao lado direito do documento;
  • Outra mudança importante é a impressão do mapa do Brasil, que será feita com uma tinta especial, que dificulta a falsificação.
  • Confira todas as mudanças na imagem abaixo.

A nova CNH também terá um código numérico de validação composto pelos dados individuais de cada documento. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) disponibilizará o sistema eletrônico para leitura do código para os agentes de fiscalização.

 

Além disso, ainda constarão no documento dois números de identificação nacional – o Registro Nacional e o Número do Espelho -, e também um número de identificação estadual, que é o número do formulário Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

 

Os procedimentos para obter ou renovar a habilitação continuam os mesmos e podem ser consultados em www.detran.mg.gov.br.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp