COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

O hábito de circular a Praça da Matriz de Lagoa da Prata com seu veículo pode estar com os dias contados. A prefeitura de Lagoa da Prata pretende criar um calçadão que fechará de vez as ruas que passam na frente e atrás da igreja. A informação é do atual secretário de obras, Carlos Brasil Guadalupe, o Lalinho. Segundo ele, com a mudança, as pessoas só poderão passar por esses trechos a pé ou empurrando suas bicicletas. Carros e motos não poderão mais circular por ali, salvo os moradores do entorno da praça e em ocasiões como casamentos. Nesses casos  os condutores poderão subir com os veículos no calçadão desde que o tempo de permanência obedeça todas as regras. Ao ser questionado sobre os comércios que precisam usar as vias para carga e descarga, o secretário disse que será desenhada sobre o calçadão uma pequena passagem, de cinco metros, na porta da loja, para que esse serviço seja feito.

Em parceria com a secretaria de cultura, Lalinho disse que o calçadão de frente para a igreja poderia ser cedido para apresentações e eventos culturais. Todos os sábados, no período da tarde, os artistas de Lagoa da Prata teriam total liberdade de apresentar seus talentos, além de barraquinhas com alimentação e brinquedos para as crianças. O projeto prevê também a instalação de sanitários químicos e a  construção de uma cobertura para abrigar as barraquinhas de verduras. A mesma cobertura poderia, eventualmente, ser usada nas festividades paroquiais. “É uma coisa que vai ficar cara, mas toda cidade pequena tem que ter uma praça bonita, no nosso caso tem que ser a Praça da Matriz”, disse o secretário.

Continua depois da publicidade .

O prazo previsto para as obras não foi divulgado pelo secretário, mas ele garantiu que a atual administração já vê o projeto como uma das prioridades do centro da cidade.

 

Adriano Santos – TV Cidade, Lagoa da prata.

Conteúdo exclusivo do portal TV Cidade Lagoa da Prata. A reprodução total ou parcial está expressamente proibida sem a autorização por escrito da produtora, conforme determina a Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610), estando o infrator sujeitos às penalidades impostas pela legislação. É permitida somente a divulgação do teor integral por meio de compartilhamento nas redes sociais.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp